Overblog
Edit post Seguir este blog Administration + Create my blog

Portal da Damba e da História do Kongo

Portal da Damba e da História do Kongo

Página de informação geral do Município da Damba e da história do Kongo


Vice-governadora incentiva mulheres a desenvolverem tarefas com zelo

Publicado por Muana Damba activado 12 Marzo 2012, 13:13pm

Etiquetas: #Notícias do Uíge

 

A vice-governadora do Uíge para o Sector Político e Social, Maria Fernandes da Silva e Silva incentivou domingo, as mulheres de diversas igrejas congregadas em oração, na paróquia de São Francisco de Assis, a realizarem com zelo e fé as tarefas que lhes são confiadas para o bem das famílias.


Maria Fernandes da Silva e Silva que falava no âmbito da actividade religiosa programada pela direcção local da Família e Promoção da Mulher, ainda no âmbito do Dia Internacional da Mulher (8 de Março) encorajou a mulher a colocar a sua confiança em Deus, que a poderá ajudar a ultrapassar os diversos obstáculos no seu percurso quotidiano.


“Uma mulher deve ser batalhadora, não deve cruzar as mãos esperando que Deus lhe coloque as coisas nas mãos. Não. Deve trabalhar arduamente suplicando para que o Senhor generoso e misericordioso possa ajudar-lhe a triunfar nas suas lutas para o bem da família e da sociedade em geral”, sublinhou.


O pároco de São Francisco de Assis, Dário Elias João Baptista exortou as presentes a primarem na busca do reino dos céus, procurarando seguir o exemplo de Maria, Mãe de Deus, como mulher e virtuosa por excelência.


“Deveis buscar em todos a beleza interior, respeitar as pessoas e valorizá-las como seres semelhantes ao Pai Celestial, para que sejais recompensados um dia pelo próprio criador do universo”, afirmou.


O sacerdote agradeceu a iniciativa da direcção local da Família e Promoção da Mulher, em ter escolhido a sua paróquia para albergar uma actividade ecuménica de grande importância.


A directora do Uíge da Família e Promoção da Mulher, Emília Dias Fernandes, assegurou que o seu pelouro vai continuar a trabalhar para que as famílias angolanas tenham o indispensável para a sua subsistência.


A necessidade de resolver os conflitos famílias na base do diálogo e sincero entendimento, foi também solicitado pela directora.

 

 

                                                                                                           Angop

 


Archivos

Ultimos Posts