Overblog
Edit post Seguir este blog Administration + Create my blog

Portal da Damba e da História do Kongo

Portal da Damba e da História do Kongo

Página de informação geral do Município da Damba e da história do Kongo


Vamos procurar meios para investir na Damba.(2)

Publicado por Muana Damba activado 7 Octubre 2011, 12:01pm

Etiquetas: #Coisas e gentes da Damba

 

Por Miguel Mpanzu Nzenguele.

 

Uma opinião no ar.

 

Os meus irmãos e irmãs que vivem na diáspora sabem muito bem que depois da Primera e Segunda Guerra Mundial, a maioria das cidades não foram construidas que pelos respectivos governos: municipais, provinciais ou centrais. O povo destes países que foram víctimas da guerra, jogaram também um papel preponderante. Mais os governos destes paises abriram o jogo sem discriminaçao  no desenvolvimento dos respectivos países.


Hotel em construção

             Um hotel em construção abandonado nos arredores da vila Damba. (Foto do autor)                                      


A guerra deu os leaders e os homens em particular, a oportunidade de planificar o que seria o mundo depois da guerra e era de fato muito diferente do que a da pré-guerra. A nível do país, a unidade nacional continuou a ser o tema prioritário dos gouvernantes. Um grande número de novas políticas que criou-se, foi destinado a fortalecer a unidade nacional em todo o país, incluíndo várias medidas inovadoras, incluindo também uma nova política monetária e bancária, uma política de segurança social bem elaborada e mais...


Eu sei que estamos dispersos, porque é que não criamos grupos de reflexão por onde estivermos, pouco importa o numero de pessoas que pertencer ao grupo. Depois uma associação principal que vai unir todos dambianos de todas as horizontes (diaspora e dentro de angola). Convocar uma reunião magna onde vai se debater assuntos da revitalização da Damba. 

 Estrada principal da vila da Damba.

                     Estrada principal da vila da Damba. ( Foto de Eduardo Makumbashi)


Baseando-se nesta reflexão ou concepção, proponho uma nova maneira de pensar a idéia de saber (homosapiense), que pode servir como uma alternativa centrada num projecto pluralista e melhorar a nossa compreensão na dimensão normativa das relações entre indivíduos, grupos e do Estado. "Quando estamos unidos com a soma de toda a inteligência, e nos identificamos como a parte real desta inteligência, e saber com certeza o grande princípio vital para o tipo de desenvolvimento que queremos, ai as inteligências de todo o universo estará trabalhando conosco.


Renovo o meu convite as minhas irmãs e irmãos de não ficarem atrás, escrevem e façam valer as vossas ideias, propostas, etc. Podem escrever em qualquer lingua que domina a equipa da redacção vai ocupar-se em traduzir as mensagens. O conhecimento é um poder.


E termino com um conselho : Se os cidadãos querem tomar o controle da vida democrática, eles devem ter o informações sobre o desempenho dos políticos e assim ser capaz de agir sobre eles de uma forma informada. Democracia deve ser semelhante, de alguma forma, em um mercado livre: o cidadão-consumidor deve ser soberano, e o político-produtor deve, em todos custos satisfazer as necessidades.

 

Kiambote Kieno.

 

 


 

 

 


Archivos

Ultimos Posts