Overblog
Edit post Seguir este blog Administration + Create my blog

Portal da Damba e da História do Kongo

Portal da Damba e da História do Kongo

Página de informação geral do Município da Damba e da história do Kongo


Sanda Martins-Homenagem

Publicado por Mbunga Mananga activado 17 Octubre 2009, 23:31pm

Etiquetas: #Notícias da Damba

Numa entrevista concedida a revista Jeune Afrique Economique-UNITA edition Spécial,Jonas Malheiro Savimbi,teria afirmado que a FNLA tinha muito dinheiro,que vinha da contribuição dos angolanos bakongos refugiado do Congo.Somos habituados a considerar como heróis nacional,os que valorosamente combateram,com armas nas mãos,os colonialistas portugueses,esquecendo os que,duma maneira ou outra,contribuiram moral ou financeiramente,na luta pela conquista da independência.

Muanadamba vai render homenagem a um homem que se ilustrou neste sentido,durante a luta pela libertação de Angola,trata-se de Sanda Martins.

Já desde 1954 os angolanos radicados no Congo Belga eram agrupados na Aliança dos refugiados do Zombo,em sigla ALIAZO.Para os congoleses,o Zombo significa Angola,até o dia de hoje,os angolanos em geral são chamados Bazombo.Na realidade,ALIAZO deveria ser chamada de Aliança dos Refugiados de Angola,o que era na prática.Erros que eles corrigiram mais tarde,transformando-a no Partido Demócratico Angolano,PDA.Tarde demais,o PDA já era qualificado de tribalista,por causa do zombo na sua antiga denominação.O Zombo era Angola para os congoleses,enquanto que para os angolanos,ele representa uma parte do Uíge numa imensa Angola.

Depois da Revolta popular de 15 de Março de 1961,aconselhado pelo Franco-Algerino,Frantz Fanon,Holden Roberto preparava a continuação da luta armada no território angolano,atravêz da guerrilha.Com isso,precisava homens para combater.Ora por serem bazombos,a maioria dos angolanos no Congo,estavam afilhados no PDA,que por sua vêz preparava o seu"início da luta armada".

Para obter homens que precisava para a guerrilha,Holden Roberto aproximou-se do PDA.
Emmanuel Kunzika que era presidente deste partido,não resistiu aos cantos da sereia,acompanhados de makazu(nóz de cola),vindos da UPA e aceitou a aproximação! Decisão que vai lamentar ao longo da sua vida,sobretudo quando o MPLA nomeou-lhe Direitor da Fábrica de Biscoitos COMBAL,ao invêz do 1° Ministro,prometido pelo Holden Roberto.

Sanda Martins era um dos fundadores da ALIAZO-PDA e era o oxigénio desta organização,nesta condição participou no nascimento da FNLA.Cujos os objectivos entre outros eram:

(...)De unificar as nossas forças,numa única Frente pela libertação para conduzir o país à independência.
(...)De orientar a luta pela libertação de angola,numa base de colaboração fraterna,entre todas as etnias de Angola,tomando e    em conta as regras democráticas e do respeito da integridade territorial do país.(...)

Assinaram o documento da criação da FNLA,como sabemos,era uma fusão entre a UPA e o PDA:

Holdem Roberto,Jonas Malheiro Savimbi,Rosário Neto,Alexandre taty,José Liahuka,Jonny Pinnock,Jonny Eduardo Pinnock,J.António Vasco,Fernando Pio Amaro Gourgel e Mpaka Francisco pela UPA e no lado do PDA Emmanuel Kunzika,Ferdinando Ndombele,Sanda Martins,Davide Livramento,Sebastião Lubaki,Domingos Vetokele,Lulukilavo António,Norberto Kiatula,Simão Kupessa e André Nvila.

Sanda Martins nasceu nos meados dos anos 20 do século passado,na aldeia Kikuila,comuna de Nkusu Pete,no município da Damba.Emigrou para o Congo-Belga,nos anos 40 e dedicou-se às actividades lucrativas.Em 1960 já era empresário respitado,empreteiro de obras públicas e proprietário duma fábrica de materiais de construção.

Com as suas finanças organizou a recepção de todos políticos que procuravam refúgio no Congo,independentemente do movimento que pertenciam.Assim membros da UPA como do MPLA beneficaram o seu acolhimento e a sua hospitalidade.

Líder da corrente Sócio-Cristã no GRAE antes de se desentender com Holden Roberto ,que lhe suspeitava de ser próximo de Agostinho Neto,o que realmente era verdade.Por ser Cristão,Sanda Martins não tinha inimigos.Pela sua própia iniciativa,afastou-se da política activa.Mesmo assim,como a maioria dos angolanos simpantizantes do MPLA em Leopoldvile,Sanda Martins,sofreu a persecução da FNLA,se não foi preso na altura,era por causa da protecão do governo congolês,na sua condição de Empresário.

Jogou um papel importante na tentativa da aproximação entre Agostinho Neto e Holden Roberto em 1972 em Kinshasa,quando formaram o fracassado Conelho Superior pela Libertação.



Com a morte do Domingos Vatukele" Domi-Bar" o antigo presidente da maior comunidade Angolana no exterior em 1991.João Miranda antigo vice ministro das relações exteriores para as comunidades,nomeou Sanda Martins como presidente da comunidade angolana no Congo.Foi o único cargo público que ele ocupou.
Sanda Martins morreu há 4 anos em Luanda no anonimato completo.

                                                                                                               Muana Damba.

                                                                                                          


Guerrilheiros da FNLA em Kinkuzu.



Archivos

Ultimos Posts