Overblog
Edit post Seguir este blog Administration + Create my blog

Portal da Damba e da História do Kongo

Portal da Damba e da História do Kongo

Página de informação geral do Município da Damba e da história do Kongo


Restos mortais do primeiro secretario do MPLA no Quitexe foram a enterrar.

Publicado por Nkemo Sabay activado 6 Diciembre 2010, 12:01pm

Etiquetas: #Notícias do Uíge

01 Quitexe 2006 03 15
Os restos mortais do primeiro secretário do MPLA no município do Quitexe, Unigénito Armando António, falecido a 26 de Novembro último, em Luanda, vitima de  prologada doença, foram a enterrar hoje, sábado, no Quitexe, sua terra natal.
 
Nascido no dia 9 de Fevereiro de 1943, em Kimbindo, município de Quitexe, 40 quilómetros a sul da cidade do Uíge, o malogrado que foi também membro do Comité Central do MPLA e coronel na reserva assumiu, em vida, várias funções de chefia no partido e no Governo.
 
Unigénito Armando António foi responsável do grupo clandestino do MPLA entre os anos 1973/74, guerrilheiro do exército popular de libertação de Angola, no ex-Zaire, activista político do MPLA no município de Quitexe e comissário comunal do Nsosso e municipal do Bungo, Ambuila e Kimbele.
 
No elogio fúnebre lido pelo segundo secretário da Jmpla, Augusto Gonga, o Comité provincial do MPLA ressaltou as qualidades do malogrado Unigénito Armando, como militante e responsável que deu sempre o melhor de si na defesa dos interesses da população.
 
"Foi um militante consequente, destemido e exerceu com zelo, sagacidade, espírito patriótico as missões que lhe foram confiadas", leu-se na mensagem, acrescentando que a sua morte deixou um vazio no seio do MPLA.
 
O primeiro secretario provincial do MPLA no Uíge, Paulo Pombolo, falando aos jornalistas, destacou igualmente as qualidades do militante Unigénito Armando, adiantando que saiu do seio partido uma figura que deu grande contribuição para a "emancipação dos naturais da região", assim como para o crescimento e fortalecimento do MPLA.
 
"Para nós que ficamos, os militantes do partido, o único pedido que quero fazer e de darmos sequencia aos seus conselhos e as indicações que sempre nos deu, para que o partido na província continua forte e unido".
 
Durante as exéquias fúnebres que decorreram no clube do município do Quitexe, além da assinatura do livro de condolências por varias individualidades, foram lidas mensagens dos antigos combatentes e veteranos da pátria, e do comité municipal do Quitexe.
                                                                                                                          Angop

Archivos

Ultimos Posts