Overblog
Edit post Seguir este blog Administration + Create my blog

Portal da Damba e da História do Kongo

Portal da Damba e da História do Kongo

Página de informação geral do Município da Damba e da história do Kongo


Registados 12 casos de sarampo no Songo

Publicado por Muana Damba activado 5 Julio 2013, 11:35am

Etiquetas: #Notícias do Uíge

 

 

Songo - As autoridades sanitárias no município do Songo, 40 quilómetros a norte da cidade do Uíge, registaram desde Junho até a data presente, 12 casos de sarampo em quatro aldeias da região, informou hoje, à Angop, o chefe local da Saúde Pública e Controlo das Grandes Endemias, Baya Bernardo Teca.

 

“Um dos problemas que nos afecta é o caso de sarampo. Com a vigilância epidemiológica detectamos 12 casos, desta cifra oito pacientes já receberam alta e quatro outros estão internados”, esclareceu.

 

Segundo o responsável, para contrapor a situação, os técnicos de saúde estão a realizar actividades de bloqueio em todas as localidades afectadas, bem como as outras vizinhas, através da vacina contra o sarampo, adiantando que essa medida poderá ajudar para estancar a epidemia.

 

Apontou as localidades do Dambi, Kimalalo, Kiniambi e bairro Mbau II (arredores da Vila do Songo), como sendo as povoações já afectadas pela doença.

 

“Temos medicamentos suficientes no hospital municipal para tratarmos esses casos. E baixamos também orientações aos centros e postos de saúde para transferirem quaisquer situações de suspeita para a maior unidade sanitária do município, com vista um melhor controlo e tratamento”, disse.

 

Quanto a malária, Baya Bernardo Teca deu a conhecer que nos meses anteriores, houve um elevado índice da doença, com uma média diária de 20 casos, avançando que os técnicos de saúde que lidam com esta enfermidade registaram uma redução.

 

Pelo menos cinco pacientes dão entrada diariamente no hospital municipal nos últimos dias.

 
 

O responsável que não revelou números exactos registados durante o período, reconheceu que a redução dos casos da doença deveu-se às medidas de prevenção que estão sendo implementadas, pelo sector da saúde, nas 81 localidades que compõem o município.

 

A rede sanitária do município é constituída por um hospital regional com capacidade para 75 camas, prestando serviços de pediatria, medicina geral, maternidade, cirurgia e hemoterapia. Completam-na um centro médico e 15 postos de saúde.

 

A actividade da saúde é assegurada por três médicos, dois de nacionalidade russa e um angolano, e 69 enfermeiros.

 
                 
                                                                                                             Angop

Archivos

Ultimos Posts