Overblog
Edit post Seguir este blog Administration + Create my blog

Portal da Damba e da História do Kongo

Portal da Damba e da História do Kongo

Página de informação geral do Município da Damba e da história do Kongo


Província do Uíge deve relançar produção de café para seu desenvolvimento

Publicado por Muana Damba activado 6 Julio 2012, 11:53am

Etiquetas: #Notícias do Uíge

  Uíge - Os cafeicultores devem relançar a produção de café nas diversas fazendas existentes na província do Uíge, tendo em conta a importância desta cultura no desenvolvimento da região, afirmou quarta-feira o director adjunto do Instituto Nacional de Café, José Mainga.


Café do Uige
Ao falar no fórum de oportunidades de negócios e investimentos, promovido pelo governo provincial do Uíge, no âmbito das comemorações dos 95 anos da fundação da cidade do Uíge, José Mainga lembrou que nas décadas 60 e 70 a província do Uíge foi a maior produtora de café a nível do país com cerca de 65 porcento e contribuiu na construção de infra-estruturas sociais e económicas da província e da capital do país. 
Segundo o responsável, actualmente a produção está muito reduzida em relação ao período anterior, por isso, urge a necessidade dos pequenos e médios produtores de café na província organizarem-se em associações e cooperativas, aderindo aos programas do Executivo que visam o relançamento da produção do café em todo país. 
“A nível do país estão distribuídas 19 brigadas técnicas afectas ao Instituto Nacional de Café e que têm vindo a contribuir na promoção das políticas do fomento da produção do café, sobretudo na transformação, licenciamento dos produtores e as exportações, assistência técnica, conservação e outros métodos”, disse. 
José Mainga lembrou que, além da província do Uíge, o café é também produzido nas províncias de Cabinda, Kwanza Sul, Kwanza Sul, Huíla, Bié, Benguela e outras províncias do país, acrescentando que em Angola são produzidos vários tipos de café, como o café robusto Ambriz, Amboim, Arábica, robusto da mata nas florestas de Maiombe, e o café robusta Cazengo. 
Segundo afirmou, a realização do fórum e a feira agro-pecuária na província deve servir de um passo ou incentivo aos diversos produtores do café para que possam alargar a produção para que nos próximos dias expõem mais quantidades de café e de outros produtos agrícolas. 
Lembrou que a actualmente a nível da província do Uíge existem apenas 37 produtores de café licenciados, número que considerou insuficiente para atingir a meta preconizada para produção do produto.
Participaram do Fórum, membros do governo provincial, empresários oriundos dos diversos países, membros do governo central, empreendedores, investidores, homens de negócios e convidados. 
                                                                                                                 Angop

Archivos

Ultimos Posts