Overblog
Edit post Seguir este blog Administration + Create my blog

Portal da Damba e da História do Kongo

Portal da Damba e da História do Kongo

Página de informação geral do Município da Damba e da história do Kongo


Programa de combate à fome melhora condições sociais em Negage

Publicado por Muana Damba activado 27 Junio 2013, 11:36am

Etiquetas: #Notícias do Uíge

 

 

Negage - A implementação do Programa Nacional de Combate à Fome e à Pobreza está a melhorar as condições sociais básicas dos municipes do Negage, nordeste da cidade do Uíge, com a construção de novas escolas, postos e centros de saúde, sistema de energia eléctrica e reabilitação de várias  infraestruturas sociais que visam reduzir a pobreza no seio da população.


Este  pronunciamento  foi feito pela administradora municipal do Negage, Rosa Pedro Afonso Garcia,  durante um encontro de massas  que marcou  o início  das comemorações  do 43º aniversário de elevação da vila de Negage  a categoria de cidade.


A administradora disse que a história  do Negage  começa  em 1925,  data  em que  foi fundada  a então  sanzala  “Ngazi”,  acrescentando que  a localidade foi  elevada  à categoria  de cidade  por portaria  número 16.982 de 26 de Junho  de 1920,  sob  o boletim  oficial  português número quatro de 22  de Janeiro de  1958.


“No Município de Negage,  com probabilidades  de se tornar um pólo industrial,  já funcionam as  fábricas de tijolos, blocos, colchões, rações para aves e animais domésticos e uma agricultiva que já  garante bens  de primeira necessidade a população, como  ovos  e carne“, frisou.


Revelou que, Negage possui  uma superfície  de 2.019  quilómetros quadrados e conta com   uma  população estimada em 146 mil 285 habitantes distribuídos  em duas comunas, 82 povoações  e 27 regedorias  que  empenham-se na agricultura, criação de animais,  entre outras tarefas.


Informou que o 43º aniversário da elevação do Negage à categoria de cidade, cujas celebrações já vão  na sua  nona edição, tráz  para os  munícipes  motivos de reflexão  sobre vários problemas que ainda  afligem a população, nomeadamente a delinquência, violência doméstica, a vandalização  de bens públicos o que se devem estancar  sensibilizando a população a trabalhar com um espírito de unidade e amor  ao próximo.


Instada a falar no acto de abertura  das festividades, a vice-governadora  do Uige para a esfera  política e social, Maria  Fernandes da Silva e Silva, exigiu  dos munícipes acções práticas que possam cultivar os jovens e  a nova geração como pessoas de bem,  incutindo-os  bons hábitos e  costumes que caracterizamse na harmonia no trabalho, progresso social  e respeito mútuo.

 

                                                                                                                  Angop

 

 

Archivos

Ultimos Posts