Overblog
Edit post Seguir este blog Administration + Create my blog

Portal da Damba e da História do Kongo

Portal da Damba e da História do Kongo

Página de informação geral do Município da Damba e da história do Kongo


Músico Tabonta vende e autografa obra discográfica.

Publicado por Muana Damba activado 8 Noviembre 2011, 12:04pm

Etiquetas: #Música

 

Angop
Músico angolano Tabonta
Músico angolano Tabonta
Luanda– O músico Muzemba Gilberto, de nome artístico Tabonta, procede a venda e autógrafo do seu mais recente trabalho discográfico “Wele-Neto-o Tunayandi”, que em português significa 'Neto esteve e estará sempre connosco, no marco histórico do Kifangondo, dia 10, e na Praça da Independência dia 11 de Novembro, em Luanda.
 
Em declarações à Angop, o músico deu a conhecer que o CD comporta 12 faixas musicais com estilos variados como boleiro, semba, slow, kizomba e soucous. 
 
 
De acordo com Tabonta, a música que dá nome ao CD, Wele-Neto-o Tunayandi, foi lançado dois dias depois da morte do primeiro presidente de Angola, António Agostinho Neto, nos estúdios da RNA, por Artur Arriscado.
 
Tabonta iniciou-se no mundo da música em 1970 na Igreja Católica onde integrou a banda da congregação denominada Carnabuse, em Kinshasa, RDC.
 
Pouco antes da independência de Angola, em 1975, Tabonta regressa ao país e junta-se a dupla Pepé Pepito (já falecido) e Nonó Manuela, integrando pouco tempo depois o agrupamento Fapla-Povo.
 
Neste conjunto musical, afecto às ex-FAPLA, Tabonta junta a sua voz as de músicos já consagrados como Proletário, Robertinho, Jaburú, Dina Santos, Clara Monteiro, ao som de Brando, Dulce Trindade, Nanuto, entre outros.
 
Já na década de 80 integra o Instrumental da Unta, 1º de Maio, onde toca ao lado de Beto Trindade, Massano Júnior, Robertinho e Betinho Feijó.
 
Actualmente o músico reparte a sua permanência entre a França, onde a família reside, a espera de regressar ao país, em Luanda.
Tabonta apela cidadãos a efectuarem o registo eleitoral.

O músico Muzemba Gilberto "Tabonta" apelou hoje, segunda-feira, em Luanda, aos cidadãos angolanos a aderirem ao processo de Registo Eleitoral cumprindo, assim, um dever cívico.


“Apelo aos cidadãos que ainda não se registaram e aos que não reconfirmaram o seu registo para escolher o local onde deverão votar a fazê-lo, para cumprir um dever cívico e de cidadania” sustentou o músico em declarações à Angop.


De acordo com Tabonta, todo o cidadão que já atingiu a maturidade, isto é maior de 18 anos, deve participar da vida política do país, podendo eleger e ser eleito.


Para que tal seja possível, acrescentou o músico, o angolano deve encarar o registo eleitoral como uma obrigação moral, para o bem da democracia e do desenvolvimento do país.

 

“Mais do que ter um cartão do banco, de visitas ou de crédito, o cartão eleitoral prova que participamos da vida política do país” concluiu o músico.


Tabonta encontra-se em Luanda a trabalhar com a banda Olímpia visando alguns espectáculos.

 

 

 

                                                                                                    Angop

 

 


 

 

Archivos

Ultimos Posts