Overblog
Edit post Seguir este blog Administration + Create my blog

Portal da Damba e da História do Kongo

Portal da Damba e da História do Kongo

Página de informação geral do Município da Damba e da história do Kongo


Ministro da Agricultura reconhece contribuição da mulher no combate à pobreza.

Publicado por Muana Damba activado 17 Octubre 2011, 13:36pm

Etiquetas: #Notícias do Uíge

 



Angop
Ministro da Agricultura, Pedro Canga
Ministro da Agricultura, Pedro Canga
Uíge - O ministro da Agricultura, Desenvolvimento Rural e Pescas, Afonso Canga, reconheceu sábado na localidade de Camancoco, a 22 quilómetros da cidade do Uíge, o papel e a contribuição da mulher rural no combate à fome e à pobreza no seio das comunidades e não só.
 
O governante, que falava no âmbito do acto central que marcou o Dia da Mulher Rural e Internacional de Tele-Alimento, notabilizou que, graças ao papel preponderante da mulher no campo, hoje se alcança resultados satisfatórios no programa de combate à fome e à pobreza no país.
 
“É preciso reconhecer que para termos comida há uma pessoa muito especial no seio das comunidades. Esta pessoa cuida-nos a partir do primeiro dia da nossa existência, é muito fundamental na nossa vida. Ela é a mulher, nossa mãe, filha, irmã, esposa, enfim”, enfatizou.
 
Afonso Canga assegurou que o seu pelouro tudo está a fazer para continuar a apoiar os camponeses com instrumentos de trabalho e sementes com vista a corresponder aos esforços das comunidades rurais no processo do desenvolvimento da nação, concretamente no programa de combate à fome e à pobreza.
 
Numa mensagem, apresentada ao acto, as mulheres rurais dos diversos municípios da província, depois de agradecerem a escolha da região para a realização do acto, solicitaram a construção de centros e seu apetrechamento com fornos e formas para a realização de um trabalho aceitável em olaria e cestaria nas diversas localidades da província.
 
Como afirmaram, o apoio das mulheres que confeccionam diversos objectos em barro como moringues, panelas, fogareiros, tigelas, copos e outros utensílios servirá para a transmissão de conhecimentos para as novas gerações, assim como melhorar o trabalho possibilitando o fabrico de peças modernas que poderão ser comercializadas e melhorar as condições de vida da mulher no campo.
 
“As mulheres rurais são a maior parte da população feminina no nosso país e são elas que praticam a agricultura de subsistência, para garante da segurança alimentar e nutricional na gestão das famílias”, referiram na mensagem ao acto.
 
Estiveram presentes ao acto presidido pela titular da pasta do Minfamu, Genoveva Lino, a secretária de Estado para o Desenvolvimento Rural, Filomena Delgado, o representante da FAO em Angola, Mamoudou Dialó, o governador em exercício da província do Uíge, Manuel Correia Víctor, vice-governadores de Luanda, Bié, Namibe, Malanje, Lunda Sul e do Bengo, assim administradoras municipais e adjuntos do Uíge.
 
Directores nacionais dos ministérios da Agricultura e da Família e Promoção da Mulher, assim como membros do governo da província, representantes das FAA, da Polícia Nacional, directoras provinciais da Família e Promoção da Mulher das 18 províncias e representantes das mulheres rurais do país presenciaram também o acto.
                                                                                          Angop

Archivos

Ultimos Posts