Overblog Seguir este blog
Edit post Administration Create my blog

Portal da Damba e da História do Kongo

Portal da Damba e da História do Kongo

Página de informação geral do Município da Damba e da história do Kongo


Médicos avaliam programa de combate à malària no Uíge

Publicado por Muana Damba activado 3 Febrero 2013, 03:26am

Etiquetas: #Notícias do Uíge

 

20121213080218dezenas

Médicos angolanos, americanos, cubanos e do Congo Brazzaville acompanham na província do Uíge a execução do programa de combate ao paludismo.


O coordenador nacional adjunto do Programa da Luta Contra a Malária em Angola, Nilton Saraiva, disse que a visita que hoje termina visa analisar as acções que os técnicos executam para a redução da taxa de mortalidade por malária e a erradicação da doença.


Nilton Saraiva afirmou que a Organização Mundial da Saúde (OMS) pretende verificar a eficácia do programa destinado a pôr cobro à malária na província do Uíge, por ser uma zona endémica. O especialista manifestou a necessidade da criação de condições para o enquadramento do município do Negage, província do Uíge,  numa zona de vigilância, para que seja também um dos indicadores na busca de soluções para o problema.


Nilton Saraiva lembrou que a região norte tem a maior prevalência epidemiológica. O médico referiu que foi criada uma comissão técnica multi-sectorial, constituída por especialistas de Angola, Congo Brazzaville, Estados Unidos e Cuba, com vista ao aprofundamento do programa.


Segundo o médico, o Programa da Luta contra a Malária em Angola vai relançar a campanha de distribuição de mosquiteiros impregnados  em todas as  províncias do país com o maior número de casos de paludismo.

 

Equipamentos foram erguidos no município

 

A população do município do Songo, a norte da cidade do Uíge, vai passar a dispor, a partir de amanhã, de novas infra-estruturas sociais, construídas no âmbito do Programa de Combate à Pobreza.
Duas escolas primárias com três salas, totalmente reabilitadas e ampliadas nas localidades de Quissalamba e Banza-Luanda I, a sul da sede municipal do Songo, vão acolher 420 alunos em dois turnos.


Os munícipes vão beneficiar igualmente de três furos de água potável, dos quais dois foram erguidos no bairro Quifuata (arredores da vila) e outro na aldeia Banza-Luanda II, no âmbito do programa  nacional “Água para Todos”.


Os empreendimentos vão ser inaugurados, no quadro das comemorações do 4 de Fevereiro, Dia do Início da Luta Armada de Libertação Nacional.


A administração distribuiu ainda mosquiteiros tratados com insecticida, para combater a malária, principal causa da mortalidade infantil na circunscrição.


Para o efeito, as autoridades do município do Songo, refira-se,  estão a reforçar o apelo à população no sentido de participar na campanha de limpeza e embelezamento da vila e dos bairros.

 

 

                                                                                                           J.A

 

 


Archivos

Ultimos Posts