Overblog
Edit post Seguir este blog Administration + Create my blog

Portal da Damba e da História do Kongo

Portal da Damba e da História do Kongo

Página de informação geral do Município da Damba e da história do Kongo


Médicos actualizam conhecimentos sobre tratamento da fístula obstétrica

Publicado por Muana Damba activado 16 Mayo 2012, 14:10pm

Etiquetas: #Notícias da Damba

 

Uíge – Dois médicos cirurgiões de nacionalidade angolana participam desde segunda-feira, no município da Damba, 155 quilómetros a norte da cidade do Uíge, de formação sobre tratamento cirúrgico da fístula obstétrica complicada, promovida pelo governo provincial do Uíge, em parceria com o Fundo das Nações Unidas para a População (Fnuap) em Angola.

 


Na acção formativa, com duração de 20 dias, os técnicos serão submetidos a exames teóricos e práticos sobre as técnicas de consulta, tratamento cirúrgico e outras matérias ligadas à cura rápida da doença, a ser orientado por dois médicos especialistas italianos.

 


O director provincial da Saúde no Uíge, Benji Moco Henriques, que procedeu a abertura da formação dos técnicos,  em representação do governador provincial Paulo Pombolo, disse que o governo da província promoveu a acção formativa para os médicos angolanos, com vista a adquirirem experiências e técnicas do tratamento cirúrgico da doença.

 


Segundo ele, a ideia surgiu em resposta as recomendações saídas da primeira conferência sobre fístula obstétrica, realizada a 25 de Novembro de 2011 na cidade do Uíge, com objectivo de analisar os mecanismos de tratamento adequado da fístula obstétrica complicada, que se descobriu no país a partir do município da Damba, província do Uíge.

 


Benji Moco Henriques fez saber que formações do género serão contínuas, mas de forma faseada, visando capacitar necessariamente um determinado número de médicos cirurgiões em cada província, para que no futuro se possa expandir os serviços hospitalares de tratamento da fístula obstétrica em todas províncias ou regiões do país. 

 


“O governo está satisfeito e apostado no apoio as iniciativas do Fnuap, visto que o projecto está no bom caminho, porque tem sabido corresponder com as expectativas do executivo e do Ministério da Saúde, uma vez que centenas de mulheres oriundas de diversos pontos do país são curadas na unidade hospitalar da Damba”, disse.

 


O responsável lembrou que o hospital municipal da Damba recebe várias mulheres portadoras de fístula obstétrica provenientes de diversas províncias e até mesmo da capital do país, por isso, o governo da província está apostado no alargamento e melhoria das condições do hospital municipal da Damba, transformando-o numa unidade de referência, por ser o único do país equipado com os serviços para o tratamento da fístula.

 


A propósito, encorajou os técnicos conhecedores da matéria a primarem na divulgação da mensagem, através de sensibilização das mulheres,  sobretudo, as portadoras da doença para que possam aderir ao tratamento, visto existir a nível do país um elevado índice de mulheres afectadas com fístula obstétrica, mas que não têm se manifestado pelo facto de serem discriminadas.

 


“Devemos aumentar o acesso da mulher aos cuidados primários de saúde, garantir o parto seguro e controlar a mortalidade materna infantil através do planeamento familiar, bem como as consultas pré-natais constantes”, referiu.

 


Participaram do acto de abertura, representantes da Organização Mundial de Saude em Angola, do Fundo das Nações Unidas para População, membros do governo, técnicos de saúde, autoridades tradicionais e religiosas, representante da rede mulher e outros convidados.

 

                                                                          

                                                                                                          Angop

 

 


 

Archivos

Ultimos Posts