Overblog
Edit post Seguir este blog Administration + Create my blog

Portal da Damba e da História do Kongo

Portal da Damba e da História do Kongo

Página de informação geral do Município da Damba e da história do Kongo


Mais de 200 toneladas de peixes diversos capturado em 2013 no Uíge

Publicado por Muana Damba activado 29 Diciembre 2013, 14:44pm

Etiquetas: #Notícias da Damba

 

 

 

apeixe.jpg

A informação foi avançada hoje (sexta-feira) à Angop, na cidade do Uíge, pelo  chefe do Departamento de Pesca Continental e de Aquicultura, Nsuka Kupessa Ndongala.


Nsuka  Ndongala disse que o pescado capturado em diversas lagoas e rios da província por 44 associações, consubstancia-se em diversas espécies comerciais e cultiváveis como, bagre preto, pumba, cacusso preto, ngola, nzonzi, mussalala, mbenga, garopa do fundo, sofia, parco do rio e outros.


Para o exercício, com rigor, da pesca artesanal, o responbsável esclareceu que foram capacitados em técnicas e métodos de pesca moderna, malhagem, reparação de redes e navegação, mil 590 pescadores em 15  dos 16 municípios que compõem a província.

O município de Mucaba, por dificuldades de acesso aos rios com condições para a pesca, não baneficiou da formação.


“Quanto à aquicultura nas comunas, foi implementada a escavação de 190 tanques nos municípios acima mencionados, dos quais 156 tanques estão já povoados com diversas espécies de peixe, com vista a melhorar as condições de vida da população nas comunidades”, referiu o responsável.


Nsuka Kupessa adiantou que constitui preocupação do departamento trabalhar para a satisfação, cada vez melhor, das necessidades da população pelo que o sector  prevê, para 2014, continuar com a formação de mais pescadores e recrutar extencionistas para os municípios.


“Como perspectivas para o próximo ano, vamos continuar a trabalhar para implantar mais tanques para a criação de peixes em todos municípios, assim como a aquisição e montagem de seis pequenas unidades de Conservação do pescado em Kimbele, Milunga, Ambuila, Bembe, Damba e Maquela do Zombo”, fez saber.


A falta de meios de transportes para o acompanhamento da actividade nos  municípios e comunas, insuficiente número de técnicos, bem como a falta de unidades para conservação de pescado, foram apontadas como as principais dificuldades do sector na província onde  labutam apenas três técnicos.

 

 

                                                                                                                Angop

 

 

Archivos

Ultimos Posts