Overblog Seguir este blog
Edit post Administration Create my blog

Portal da Damba e da História do Kongo

Portal da Damba e da História do Kongo

Página de informação geral do Município da Damba e da história do Kongo


Lucas Ngonda tenta ocupar bastião de Ngola Kabangu

Publicado por Muana Damba activado 28 Enero 2013, 12:39pm

Etiquetas: #Notícias do país

 

 

Por Domingos Cazuza

 

lucasm

A polícia NacionaL dispersou os apoiantes da FNLA de Lucas Benghy Ngonda, quando estes pretendiam ocupar, nas primeiras horas quinta-feira 24, as instalações deste partido, situada na rua Samuel
Bernardo às Ingombotas, distrito urbano de Luanda.


Segundo um dos militantes, que não quis ser identificado disse que, “quando eram precisamente 8h00
da manhã desta quinta-feira 24, mais de dez homens apareceram aqui e nos mandaram sair das instalações para trocarem os cadeados, só que nós não aceitamos. Fomos aos arames com eles e, outros ligaram para a polícia nacional”.


Ainda a fonte, reconheceu que tiveram a pronta intervenção dos homens da farda azul que dispersaram
os “insurgentes, infelizmente não fizeram nenhuma detenção, para nós deveria ser detido um deles e
responder em tribunal por criarem arruaças”, disse.


“Os insurgentes apareceram aqui com a orientação do irmão Lucas Ngonda, que não sabe o que fazer. Mas um homem que quer reunificar o partido parte em confusão? Assim não vai a lado nenhum. Se querem a sede que se encontra na rua Samuel Bernardo devem faze-lo de forma pacífica ou seja negociar com a direcção verdadeira e não com intrusos que defendem interesses inconfessos”, disse a fonte.


Com mais esta crise provocada pelos apoiantes de Lucas Ngonda, a reconciliação na FNLA fica cada vez
mais distante. Ngola Kabango que também se considera líder deste partido histórico, no ano transacto chegou a reconhecer, que, está a revitalizar a FNLA e, “vou trabalhar com todos para nos reafirmarmos como um partido actuante na vida política de Angola.


Questionado na altura sobre a forma como vai revitalizar a FNLA, disse que “terá que haver um novo
congresso”. Afirmando que “ainda não digo nada sobre uma eventual candidatura à presidência do partido, sublinhou que o último congresso foi em 2011 e, estatutariamente, há congressos de quatro em quatro anos”.


A respeito do actual presidente da FNLA, Lucas Ngonda, que o substituiu por decisão judicial, Ngola
Kabango descreveu-o como “um homem sem palavra”.

 

 

                                                                                                Novo Jornal

 

 

Archivos

Ultimos Posts