Overblog
Edit post Seguir este blog Administration + Create my blog

Portal da Damba e da História do Kongo

Portal da Damba e da História do Kongo

Página de informação geral do Município da Damba e da história do Kongo


Início Política Combate ao terrorismo foi tema de conferência.

Publicado por Muana Damba activado 19 Septiembre 2011, 13:17pm

Etiquetas: #Notícias do Uíge

 

 

                                  Polícia de Angola

 

Efectivos da Polícia Nacional na província do Uíge participaram, na sexta-feira, numa conferência sobre "o branqueamento de capitais e combate ao terrorismo" promovida pela direcção provincial de Inspecção e Investigação das Actividades Económicas.


A conferência, que juntou elementos do conselho consultivo do comando provincial da Polícia Nacional, oficiais, sargentos, agentes e responsáveis das agências bancárias na província, fez parte do programa comemorativo do 30º aniversário da criação Direcção Nacional de Inspecção e Investigação das Actividades Económicas - a Polícia Económica.


O encontro foi presidido pelo chefe do gabinete de orientação e coordenação da direcção nacional da Polícia Económica, que referiu que a Lei de Branqueamento de Capitais e Financiamento ao Terrorismo assegura o trabalho daquela instituição no combate ao crime. Fançony de Almeida pediu mais trabalho aos efectivos da Polícia Nacional "no combate cerrado" a crimes de especulação, peculato, burla por defraudação, falsificação de moeda e enriquecimento ilícito.

 

 

Novo mercado aberto no Uíge

 

Um novo mercado, denominado “Nunes Mbéu”, com capacidade para cerca de 500 vendedores, foi aberto sábado último, no bairro Quindenuco, município do Uíge.


O mercado, que homenageia um dos grandes heróis da resistência colonial, foi inaugurado no âmbito das comemorações do 17 de Setembro, Dia do Herói Nacional.


O recinto está protegido por um muro de vedação, possui um posto de saúde, um gerador, água potável e uma esquadra policial móvel.


A estrutura, construída há três anos, permaneceu fechada devido à falta de transportes interurbanos regulares entre a cidade do Uíge e o bairro Quindenuco. A entrada em funcionamento de uma linha da TCUL resolveu a situação.


A operadora de transportes públicos colocou quatro autocarros à disposição da população, sobretudo para apoiar os vendedores e compradores, os principais utentes da via com cerca de dois quilómetros.Para o referido trajecto, o bilhete de passagem custa 50 kwanzas. Os antigos combatentes e veteranos de guerra estão isentos de pagamento.O administrador municipal do Uíge, Augusto Justino, avançou que, nos bairros Quijima e Paco Benze, também vão ser construídos mercados para que as vendedoras possam exercer a actividade em condições de sanidade.

 

 

                                                                                   J.A


Archivos

Ultimos Posts