Overblog
Edit post Seguir este blog Administration + Create my blog

Portal da Damba e da História do Kongo

Portal da Damba e da História do Kongo

Página de informação geral do Município da Damba e da história do Kongo


Identificação da Damba por brasão próprio.

Publicado por Muana Damba activado 10 Agosto 2011, 12:52pm

Etiquetas: #Usos e costumes da Damba

    

Por Tony Sofrimento Makunza Tungo.

 

Tony Sofrimento Tungo                               DAMBA.jpg

                                                                                                                    

 

Tu zolele mavimpi ye nzola!

Yambula vo Nzambi kenda ‘taniningi.

Nkuwu tuna iau. Muna kwendelanga wa diata nsinza kia toloka! E nganga ye a mputo a telekanga e matu! Muna sawu e maza makala mu nsi za ntambi!

Kuna kwa waku wa nzolua

Makwnza ma Tungu

Muana a KINTUMBA NVEMBA – “Muntu vo i nkandi a futi wa Nembamba Massala, salovo-kavasalanga zowa ko”

E ki se kiame MPONDI A WALA.

 

                                                                                                      Brasão da Damba.

 

 

 

Porque acho que preciso ser bem entendido e percebido;

Dado o facto de querermos participação de todos os Dambenses;

Levando em consideração todos entendimentos sobre a matéria;

Retirando toda a carga politica e mesmo saudosista;

 

E porque a maioria das pessoas que usam este site comunicam-se em português;

Somos a esclarecer o seguinte:

- o brasão a que fizemos referencia, é uma insígnia que identifica a localidade, o país e ou a região. Normalmente ele reflecte feitos culturais, sociais, hábitos e costumes, façanhas, vitórias e derrotas e outros.

 

No caso da nossa Damba, e neste site, somos identificados por um brasão criado numa circunstancia muito especial e onde não se revêm nem os que viveram na altura nem os que actualmente assumem a titularidade da autonomia da região. Assim sendo, achamos por bem lançar o repto no sentido de criarmos ou ao menos renascermos símbolos que identificam bem a nossa bela Damba.

 

Nada de interpretar de modos a retirar a participação de todos os que se sentem por natureza ou por opção filhos da Damba nem tão pouco indexar isso ao desenvolvimento de relações de cooperação entre todos os que o queiram fazer.

 

Normalmente o brasão deve ser interpretado. Como interpretaríamos hoje o brasão que está no nosso(vosso) site?

 

Deixo a consideração de todos. Favor publicar este texto pois assim teremos outras contribuições e debates sobre este e outros assuntos.

 

Partilhemos a informação e seremos livres e viveremos bem!

 

Endelo Nkoko- Paca Davis

 

 

Archivos

Ultimos Posts