Overblog
Edit post Seguir este blog Administration + Create my blog

Portal da Damba e da História do Kongo

Portal da Damba e da História do Kongo

Página de informação geral do Município da Damba e da história do Kongo


Homem-onça à solta.

Publicado por Nkemo Sabay activado 12 Septiembre 2010, 03:27am

Etiquetas: #Notícias do Uíge

O seu nome oficial é Manuel Distinto. É o repórter fotográfico do único diário do país: jornal de Angola. Ele é um homem famoso, mas a sua notoriedade não se deve à profissão. “Sou conhecido devido à minha forma de vestir”, diz, garboso, ao mostrar as vestes que ostenta.

Há mais de quatro anos que Distinto, apelidado de “homem-onça”, veste indumentárias com tecidos recheados com as cores da onça e do tigre. O hábito vem de longe. Desde a infância que ele gosta de diferenciar-se dos outros. “Distinto significa diferente, ou melhor, o homem com maior distinção”, salienta. “Talvez por isso é que eu faço juz ao meu nome ”.

UM HOMEM DISTINTO

Distinto gosta de fazer a diferença. Até na tropa ele conseguiu distinguir-se dos colegas. O seu fardamento estava permanentemente limpo. Manuel lavava-o todos os dias. Devido ao seu atavio, era respeitado por todos, desde o soldado ao comandante, posto que exerceu na 5.ª companhia do Bembe, provincia do Uíge. “Ganhei esse respeito geral graças ao meu desempenho militar mas também devido à boa apresentação”, salienta.

Distinto revela que a aquisição dos tecidos e dos fatos com padrões que imitam a cor de onça e de tigre não é fácil. Habitualmente faz as compras de seis em seis meses. “Compro os tecidos e os fatos na França e na África do Sul”, confessa com os olhos voltados para os sapatos que apresentam o padrão da cor de tigre. O seu fato mais caro orçou em 1600 dólares, enquanto o mais barato custou 100 dólares.

“Não utilizo roupa dos fardos e combino sempre a minha forma de vestir. Quando calço sapatos com o padrão que imitam a cor de onça ou de tigre as calças, o casaco e até o chapéu combinam”, conta divertido. O salário como fotógrafo não é suficiente para custear a sua “banga”. “É graças ao salário de reforma das Forças Armadas Angolanas que consigo comprar os tecidos e os fatos”. Natural do Uíge, Distinto diz ser Brigadeiro na reserva das FAA (Forças Armadas Angolanas). Em 1973 ingressou no extinto Exército Popular de Libertação de Angola, onde militou durante três anos. Seguidamente passou para as Forças Armadas Angolanas onde exerceu as funções de Comissário Político e de Comandante.

AMIGO DA ONÇA

Manuel Distinto não aconselha ninguém a seguir as suas peugadas “felinas”. “Vestir desta forma custa caro”, diz. Aliás, para ele, a existência de mais alguém com o seu perfil pode romper o seu estatuto de alguém que marca a diferença. “Sou o único do país que se veste deste modo”, gaba-se convicto.

O seu desejo de não deixar seguidores parece não ter resultado. Ao que tudo indica a “banga” do homem-onça poderá estar no fim. Um dos filhos, de 30 anos, está a seguir os seus passos.“Ele também combina a roupa dos pés à cabeça, mas ainda não se veste como eu”, conta Manuel confiante de que o filho será o seu sucessor no “mundo da banga”. Distinto como o pai.

Perfil

Nome Manuel Distinto Data de Nascimento 18 de Dezembro de 1959 Naturalidade Songo, Uíge Filhos 27 (mais 2 a caminho) Estado civil Solteiro Países que conhece China, Portugal, Cuba, Estados Unidos, França, Suíça, Alemanha País que pretende conhecer Todos os outros Sonho Continuar a trabalhar Virtudes Simplicidade Defeitos Muito ciumento Religião Igreja pentecostal.

 

                                                                                                                      Bernardo Ventura/ opais.net

Archivos

Ultimos Posts