Overblog Seguir este blog
Edit post Administration Create my blog

Portal da Damba e da História do Kongo

Portal da Damba e da História do Kongo

Página de informação geral do Município da Damba e da história do Kongo


Governo quer melhorar o processo para a contratação das empreiteiras

Publicado por Muana Damba activado 22 Noviembre 2012, 12:21pm

Etiquetas: #Notícias do Uíge

 

 

Por Joaquim Júnior

 

 

O Governo Provincial do Uíge vai contratar uma empresa de consultoria em construção civil que passa a se responsável por todo o processo de preparação dos concursos públicos para empreitadas, anunciou o governador.

20121121113351gov_uig2.jpg
Paulo Pombolo (na imagem) disse que o objectivo é evitar o incumprimento dos prazos acordados entre o governo e os empreiteiros e que a consultora ajuda a corrigir as insuficiências dos projectos elaborados.


Mais de 200 empresas de construção civil e obras públicas trabalham na província, a maioria das quais está envolvida na edificação de casas sociais, sistemas de abastecimento de água potável e construção de estradas.  “Precisamos de definir correctamente os prazos das conclusões das obras e acompanhar a qualidade técnica”, afirmou.


A primeira sessão ordinária do governo provincial apreciou o Programa de Investimentos Públicos para 2013, avaliado em cerca de 11 mil milhões de kwanzas, que inclui projectos que transitaram e outros que vão ajudar a melhorar as condições de vida da população. “Entramos num novo ciclo de governação, a aprovação de um programa de desenvolvimento e a definição do perfil da província são instrumentos importantes para o futuro do Uíge nos próximos cinco anos”, referiu.


Os dois documentos, salientou, abarcam os principais indicadores e objectivos do programa de governação apresentado pelo MPLA nas últimas eleições. A execução do projecto, disse, depende do nível de organização dos órgãos do governo provincial e da entrega e dedicação dos quadros.


Paulo Pombolo realçou a importância da formação de quadros na província, com acções permanentes e de avaliação do desempenho.


A ausência de um plano urbanístico director das cidades, vilas e bairros, referiu, é um problema para a província, tendo em conta, por exemplo, as ravinas que invadem determinados municípios e as dificuldades que ainda se verificam no acesso a algumas localidades.

 

A promoção de cursos de formação para administradores municipais e comunais em matérias que possam contribuir para a melhoria da gestão da coisa pública, o respeito pela lei para a materialização dos programas dos municípios e a obediência aos critérios estabelecidos para pagamentos das obras, declarou, fazem parte de um conjunto de acções a introduzir nos Programas de Desenvolvimento Integral e de Combate à Pobreza.

 

                                                                                                  J. A

Archivos

Ultimos Posts