Overblog
Edit post Seguir este blog Administration + Create my blog

Portal da Damba e da História do Kongo

Portal da Damba e da História do Kongo

Página de informação geral do Município da Damba e da história do Kongo


Viagem do BEMBE e DAMBA (9).

Publicado por Muana Damba activado 17 Julio 2010, 20:15pm

Etiquetas: #Fragmentos históricos da Damba

 

 

Por José Cardoso - Governador do distrito do Congo, em 1912


 


mngom072.jpg

Pintura de Manuel Ngombo.

 

 

Os habitantes


População – Características de diferenciação. Estado social – Condições de vida – Relações entre o gentio e a autoridade e o comércio – As quitanda.


MUZOMBOS


“ É quase imperceptível a diferenciação física entre os homens muzombos e muxicongos, têm a mesma estatura, a mesma miudeza de feições e de proporções. Não acontece o mesmo com as mulheres que, tanto no muxicongo como no mussorongo, mal se distinguem do homem pelo que respeita ao sexo senão por serem mais franzinas e arruinadas.


São as mulheres do Zombo de apresentação mais feminina, conservando até tarde, a despeito do muito trabalho que produzem e da fecundidade da raça, as feições do seu sexo; têm uma adiposidade geral própria da mulher, o busto bem desenvolvido, os ombros, as espáduas, os braços e as pernas com um torneado perfeito e gracioso que os seus trajes simples na forma, mas complicados nos tons, deixam quase completamente a nu.


São, porem, prejudicados todos esses dotes, pelo que o meio da abundância permite às mulheres do Zombo, pela crassa estupidez que se desenha nos seus traços fisionómicos, onde não existe o menor vislumbre da mais rudimentar expressão de sentimento ou de raciocínio, e ainda pelas unturas de tacula e de amendoim queimado, que a moda as obriga a usar, bem como pela exalação forte do cheiro da quicuanga, de que andam impregnadas permanentemente, por serem elas quem prepara esse grande produto alimentício muito consumido tanto no nosso território como no território belga.


Em compensação, os homens têm uma fisionomia insinuante, um ar inteligente de grande vivacidade e esperteza, e são muito activos e desembaraçados. Vestem usualmente panos compridos, gostando muito de casacos de veludo preto agaloados, e nos dias de festa acrescentam ao seu vestuário um avental de pele de gazela.


“Vivem os muzombos em agrupamentos populosos em que uns ténues laços de tradição dão uma fraca autoridade ao soba, sendo o agrupamento patriarcal que prevalece. Todavia, existem clans, todos eles muito importantes pelo grande numero de famílias reunidas, pela forte densidade de cada uma delas.


“ Como quase em todo o Congo, a reunião do clan só em grandes problemas de ordem exterior tem lugar ou então em intrincados litígios entre família ou entre famílias; em todos os casos, como a índole desses povos é pacifica, convindo-lhes o estado de paz porque vivem em comercio activo, não há que recear da densidade da população que prevalece em toda a região do Zombo.

 

 

                                                           --------------------------

 

Extrato “ In- NO CONGO PORTUGUÊS. VIAGEM DO BEMBE E DAMBA – Considerações relacionadas.
Relatório do Governador do distrito, primeiro tenente de marinha, José Cardoso. Cabinda ,1913”

 

 

 

                                                               Pesquisado por ARTUR MÉNDES.

 

 

 

 


 

 


Archivos

Ultimos Posts