Overblog
Edit post Seguir este blog Administration + Create my blog

Portal da Damba e da História do Kongo

Portal da Damba e da História do Kongo

Página de informação geral do Município da Damba e da história do Kongo


Ex-militares na província do Uíge integrados em acções produtivas

Publicado por Muana Damba activado 20 Enero 2012, 18:18pm

Etiquetas: #Notícias do Uíge

 

Antigos militares recebem equipamentos e gado para desenvolver a agro-pecuária

Fotografia: Eunice Suzana

 


Ex-militares desmobilizados dos processos de Bicesse (Portugal) e de Lusaka (Zâmbia) estão a receber equipamentos e sementes agrícolas, no âmbito do programa do Executivo destinado à integração em actividades produtivas.


Ontem, na localidade de Sanza Pombo, 148 antigos militares das FAPLA, das FALA e alguns desmobilizados das Forças Armadas Angolanas foram contemplados com instrumentos agrícolas, sementes e gado caprino para repovoamento animal.


A directora provincial do Ministério da Assistência e Reinserção Social disse que a acção é parte de um conjunto de 12 projectos criados para reintegrar os antigos combatentes na sociedade e melhorar as suas condições de vida, além de contribuir para a revitalização do sector agrícola no Uíge.


Adelina Pinto defendeu o reconhecimento e a valorização do contributo dos ex-militares na conquista da Independência Nacional, da paz, da preservação da democracia, da manutenção e coesão da integridade territorial e do reforço da unidade nacional.


A directora salientou que a entrega dos instrumentos vai permitir aos ex-militares produzirem alimentos para consumo doméstico e obter recursos financeiros, com a venda de excedentes. Adelina Pinto garantiu a continuidade das acções e anunciou, para os próximos dias, outros incentivos ao comércio rural. O administrador de Sanza Pombo, Baptista Bunga, elogiou o gesto da direcção provincial do MINARS e disse tratar-se do reconhecimento do governo por tudo aquilo que os ex-militares fizeram a favor do país.




Pensões de reforma


Numa mensagem lida no acto, os ex-militares manifestaram o desejo de se inscreverem na direcção provincial dos Antigos Combatentes e Veteranos de Guerra e na Caixa Social das FAA, para poderem beneficiar de pensões de reforma. Légio Kanzawa, antigo militar das FAPLA, referiu que o apoio do governo e de outras instituições está longe de satisfazer as necessidades básicas dos desmobilizados. “A actividade agrícola dá retornos depois de um dado período. No espaço de tempo em que ficamos à espera da colheita passamos por muitas dificuldades”, referiu.


A questão das pensões é um assunto que tem sido referenciado por antigos combatentes em todas as províncias do país. O ministro dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria, Kundi Paihama, realizou, recentemente, visitas às províncias para ouvir as preocupações dos assistidos e encontram soluções para os problemas.

 

 

                                                                                                        J.A

 


Archivos

Ultimos Posts