Overblog
Edit post Seguir este blog Administration + Create my blog

Portal da Damba e da História do Kongo

Portal da Damba e da História do Kongo

Página de informação geral do Município da Damba e da história do Kongo


INAC pede a responsabilidade dos adultos.

Publicado por Nkemo Sabay activado 2 Junio 2010, 14:46pm

Etiquetas: #Notícias do Uíge

                     maonamassa22jan--copie-1.jpg

 

O Director provincial do Uíge do Instituto da Criança, Moisés Samuel, pediu terça-feira, no município da Damba, a responsabilização criminal dos adultos que violam os direitos da criança.

 


O responsável, que expressou o seu apelo durante o acto que assinalou as celebrações do dia internacional da criança, disse que esta medida deve incluir também os que encobrem pessoas que violam os direitos da criança.

 


O director pediu ainda o envolvimento de todos os cidadãos para para que os direitos das crianças sejam preservados.

 


Moiséis Samuel reconheceu igualmente os esforços do governo neste sentido, que se traduzem na construção de infra-estruturas para a protecção dos direitos da criança, como escolas, hospitais e outros.

 

 

 

Responsável pede responsabilidade na protecção dos direitos da criança 

Uíge - A vice-governadora provincial do Uíge, Piedade Samuel Hebo Bens, solicitou, no município da Damba, a todas as famílias maior responsabilidade na protecção dos direitos da criança, que passa por uma melhor educação.
 
A responsável, que falava naquela localidade, localizada a 197 quilómetros a norte da cidade do Uíge, durante o acto que marcou as celebrações do Dia Internacional da Criança, defendeu que a luta pelo resgate dos valores cívicos e morais nas famílias permitirá que haja crianças bem educadas e, consequentemente, bons e futuros dirigentes.
 
"Para tal é necessário o envolvimento de todos cidadãos, não só do Estado, mas desde o sector privado, igrejas, associações juvenis e outros", disse, expressando a vontade do governo da província em continuar a trabalhar para o cumprimento dos 11 compromissos e outras normas internacionais que regem os direitos da criança.
 
 Adiantou que, para o efeito, recentemente o governo da província aprovou um pacote de medidas que visam a protecção da criança, exemplificando a proibição da venda de bebidas alcoólicas a crianças menores de 18 anos, assim como outras práticas que não contribuem em prol da criança, como as acusações de feitiçaria, violação sexual de menores, trabalho infantil e o acesso à pornografia.
 
 Piedade Samuel disse que as crianças constituem o futuro do país e o seu desenvolvimento harmonioso depende daquilo que são hoje.

                                                                                                                                   Angop

 

Archivos

Ultimos Posts