Overblog
Edit post Seguir este blog Administration + Create my blog

Portal da Damba e da História do Kongo

Portal da Damba e da História do Kongo

Página de informação geral do Município da Damba e da história do Kongo


Docentes da Universidade Kimpa Vita frequentam curso de pós-graduação no Porto

Publicado por Muana Damba activado 1 Marzo 2012, 12:40pm

Etiquetas: #Notícias do Uíge

 

Lisboa (Do correspondente) – Dezasseis docentes da Universidade Kimpa Vita encontram-se, desde o final de Fevereiro, na cidade do Porto (norte de Portugal), para frequentarem cursos de pós-graduação em diversas áreas, em sistema de mobilidade, ao abrigo de protocolos de cooperação assinados com instituições universitárias portuguesas.
 
 
 
Os docentes são provenientes da Escola Superior Politécnica do Kwanza Norte e da Escola Superior Politécnica do Uíge, distribuídos pelos mestrados em empreendedorismo e internacionalização, gestão financeira e contabilidade, no Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto (ISCAP) e na Escola Superior de Tecnologias da Saúde do Porto (ESTSP), instituições adstritas ao Instituto Politécnico do Porto (IPP).
 
 
 
Pertencente à sétima região académica do país, englobando as províncias do Uíge e do Kwanza Norte, a Universidade Kimpa Vita assinou, em 2011, em Portugal, acordos de cooperação académica, técnico-científica e cultural, com a Universidade do Porto (UP), o Instituto Politécnico do Porto (IPP) e com o Instituto Politécnico de Santarém, visando, nesta última, a formação de docentes angolanos nas áreas de ciência agrárias e veterinária na centenária Escola Superior Agrária.
 
 
 
A frequentar formação na Universidade do Porto, encontram-se também dois funcionários administrativos, responsáveis das áreas de cooperação e intercâmbio na Universidade Kimpa Vita.
 
 
 
Os acordos, assinados pela parte angolana, por Carlos Diakanamua, reitor da Universidade Kimpa Vita, visam, essencialmente, a homologação dos cursos e a formação de docentes e quadros administrativos, “de forma a potenciá-los de preparação adequada que requer ao corpo docente e administrativo de uma universidade clássica”, disse à Angop uma fonte da instituição angolana.
                                                                                                           Angop


Archivos

Ultimos Posts