Overblog Seguir este blog
Edit post Administration Create my blog

Portal da Damba e da História do Kongo

Portal da Damba e da História do Kongo

Página de informação geral do Município da Damba e da história do Kongo


Damba. Retrospectiva 2012

Publicado por Muana Damba activado 26 Diciembre 2012, 04:13am

Etiquetas: #Notícias da Damba

 

 

 

A retrospectiva das principais notícias que dominaram Damba no ano que acaba.

 

Mais de 250 angolanos regressados recentemente da República Democrática do Congo participaram, em Janeiro, na Damba, num curso de língua portuguesa, cujo objectivo é a sua reintegração rápida na sociedade,  um círculo de formação de língua portuguesa, numa promoção do Ministério da Assistência e Reinserção Social (Minars), em colaboração com a Organização Internacional para a Migração (OIM).

 

Está prevista a construção no município da Damba, tanques de piscicultura com a finalidade de produzir e multiplicação de espécies locais de peixes de água doce, para contribuir para a melhoria da dieta alimentar das famílias, combater a fome e pobreza na região,  declarou o responsável da Instituição, Nsuka Kupessa Ndongala.

 

Na abertura do ano lectivo, em Fevereiro, os lunos da provincia do Uíge, pediram no município da Damba, aos professores dos diversos níveis de ensino a desempenharem com zelo e dedicação o seu papel, consubstanciado na formação dos futuros quadros do país. E acrescentarm ainda que “para que a formação seja extensiva pedimos aumento de mais salas de aulas e professores que atinjam as áreas mais recônditas da nossa província, assim como a criação de bibliotecas e salas de Internet que facilitem as investigações”, numa messagem dirigida à vice-governadora para o sector Político e Social, Maria Fernanda da Silva e Silva, quando presidia a abertura do ano lectivo 2012, em representação do governador da província, Paulo Pombolo.

 

Em Março, Paulo Pombolo, Governador da Província do Uíge em visita ao Município da Damba, presidiu o acto provincial da comemoração da fundação da Orgainzação de Mulher angolana, OMA. Na cocasião o chefe máximo do executivo provincial, ofereceu diversos bens de primeira necessidade como recipientes para conservação de água, panelas, candeeiros, loiça, bem como televisores e computadores para facilitar a execução dos trabalhos administrativos da organização, no quadro das comemorações dos 50 anos da sua fundação.

 

O governo provincial do Uíge ofereceu  às administrações municipais sete ambulâncias, adquiridas no âmbito do Programa de Investimentos Públicos, para facilitar a evacuação dos doentes em estado grave. O município da Damba beneficiou uma ambulância. Em reação, Maria Fernandes Cavungo, administradora municipal, referiu que a nova ambulância vai minimizar os problemas existentes no hospital da Damba, tendo em conta as divisões geográficas da região.

 

A representante do Fnuap (Fundo das Nações Unidas para a População) em Angola, Kourtoum Nacro, manifestou-se, na vila da Damba, satisfeita pelos sucessos alcançados pelos profissionais da saúde na região, no tratamento dos casos de fístula que chegam ao hospital daquela circunscrição. A dirigente de instituição da Onu em Angola, que intervinha durante a abertura do II Workshop sobre o tratamento da fístula obstétrica complicada, reconheceu e enalteceu os esforços do governo da província e da direcção provincial da saúde pelos resultados, que estão a restituir a dignidade às mulheres que padeciam do mal e consequentemente da melhoria da sua situação social. A Fnuap promoveu, em conjunto com o governo provincial do Uige, curso de formação sobre tratamento cirúrgico da fístula obstétrica complicada, no qual sairam formados dois médicos angolanos.

 

A falta de três médicos especialistas em oftalmologia e ortopedia e de técnicos de laboratório está a criar sérias dificuldades ao funcionamento das unidades sanitárias do município da Damba, disse Lumueno Filipe, o chefe da repartição municipal de Saúde. Desde o alcance da paz, em 2002, o município da Damba beneficiou de um hospital municipal de referência, 14 postos de saúde e residências para albergar enfermeiros e médicos, nas diversas localidades que compõem o município. Mas “Actualmente, trabalhamos com apenas um enfermeiro em cada posto de saúde, facto que tem vindo a motivar as enchentes que se verificam nas unidades sanitárias locais. Aliás, por essa razão, os técnicos de saúde trabalham mais do que deviam”, realçou aquela dirigente dambense.

 

Nsoso-2.jpg

             Imagem do Nsoso, com iluminação alimentada com paneis solar (foto de M. Graças a Deus)

 

Os habitantes na sede municipal da Damba, província do Uíge, passaram a consumir água potável, tal como as restantes zonas adstrita ao município, no âmbito do Programa do Executivo “Água para Todos”, em curso no país. Maria Cavungo, administradora municipal da Damba, disse ainda que para melhorar o abastecimento, estão em curso obras de ampliação da rede de distribuição de água.

 

Na comuna do Nsosso foi instalado um sistema de iluminação pública, através de painéis solares e um grupo gerador que fornece energia às residências. Nsosso é uma das localidades onde o Executivo recuperou várias infra-estruturas sociais e económicas destruídas durante o conflito armado. A localidade passou a dispor, no ano passado, de um sistema de captação, tratamento e abastecimento de água potável, que abrange milhares de cidadãos residentes.

 

DSC05993

                         A vila da Damba, com a estrada esfaltada (imagem de Makunza Tungu)

 

A ligação com a sede provincial é agora feita em duas horas, numa estrada completamente reabilitada e asfaltada.  A reabilitação e asfaltagem da estrada principal que liga a capital da província à sede do município da Damba, que se encontrava num estado avançado de degradação, está a permitir que muitos empresários e jovens empreendedores invistam nos mais variados sectores. Para se atingir a meta desejada para o desenvolvimento da região, a administração municipal projectou várias acções, como a reabilitação das vias secundárias e terciárias que ligam a sede do município às comunas do Lêmboa, Nkama Ntambo e Mpete Nkusso, para que sejam minimizadas as dificuldades que a população destas regiões enfrenta, sobretudo em relação ao escoamento dos produtos cultivados.

 

Dezenas de mulheres organizadas em associações agrícolas no município da Damba, receberam na quarta-feira triciclos motorizados, fogões a petróleo e máquinas de costura doados pelo Comité da Mulher Rural, em parceria com o Executivo Central. Os triciclos motorizados vão ajudar as camponesas da localidade a transportar os produtos agrícolas das zonas de produção para os grandes centros de comercialização, enquanto os fogões a petróleo vão servir para diminuir o desmatamento, com a troca da lenha por este combustível para a confecção de alimentos.

 

Na regedoria de Soba Nanga, que fica a cerca de 40 quilómetros da sede municipal da Damba, foi realizada uma Feira Agrícola que contou com a participação de 71 associações de mulheres camponesas, provenientes das comunas de Nkama Ntambo, Nkusso Mpete, Nsosso e Lêmboa e de algumas regedorias do município. O mercado rural, organizado pela direcção provincial da Família e Promoção da Mulher, administração municipal da Damba e Comité da Mulher Rural, permitiu às participantes demonstrar o potencial agrícola do município. Foram postos à venda mandioca, fuba de bombó, kizaca, feijão, jinguba, muteta, batata-doce, banana, limão, café, tomate, cebola, alho, raízes e plantas medicinais, além dos cestos feitos de junco, panelas de barro, jarros e outras peças artesanais.

 

O administrador comunal do Nsoso, João Lengo, afirmou que a população desta comuna do município da Damba, conta, com novas infra-estruturas sociais construídas no âmbito do Programa Integrado de Combate à Pobreza. Entre os empreendimentos constam dez das 50 casas evolutivas em construção, na localidade de Sassa, e um posto médico, com salas de parto, de consultas e uma farmácia. A unidade, localizada na aldeia Mbanza Ndemba, tem capacidade para internar uma dezena de pessoas. Uma escola de seis salas, na aldeia 14 de Abril, e o edifício onde vai funcionar a administração comunal do Nsosso, foram igualmente inaugurados.

   

Em visita ao município, em Agosto, o governador da província do Uíge, Paulo Pombolo, pediu celeridade aos empreiteiros na execução das várias obras sociais que decorrem na Damba para serem cumpridos os prazos estabelecidos. Na ocasião, aproveitou visitar Kassassa, as primeiras dez de 50 casas evolutivas e o novo posto de saúde da aldeia Caindo.

 

A população da sede comunal de Camantambo, município da Damba, província do Uíge, está melhor servida com a instalação de um sistema de distribuição de água potável. O empreendimento, inaugurado pelo governador Paulo Pombolo, conta igualmente com um tanque com capacidade para 50 mil litros cúbicos, duas lavandarias e cinco chafarizes. No quadro da melhoria dos serviços e das condições de vida das populações locais, o governador procedeu também a inauguração de um sistema de iluminação pública, que funciona através de painéis solares, e das novas instalações para o funcionamento da administração comunal de Camantambo. O edifício, apetrechado com mobiliário e equipamentos informáticos, possui uma sala de recepção, secretaria-geral, gabinetes de trabalho, sala de reunião, balneários e outros compartimentos. O administrador comunal, Sacala Lunguani, lembrou que anteriormente os trabalhadores da administração funcionavam numa residência sem as mínimas condições de acomodação, mas as novas instalações devolveram a dignidade aos trabalhadores, além de contribuírem para um melhor funcionamento da instituição.

 

Seis mil e 300 habitantes da sede da comuna do Nsosso, município da Damba, província do Uíge, beneficiaram ainda este mês, de um sistema de captação, tratamento e abastecimento de água potável construído pelo governo provincial, no âmbito do programa “Água para todos”. 

 O sistema possui um tanque com capacidade para 15 mil litros cúbicos, lavandarias, 20 chafarizes com capacidade para bombear mais de 25 mil litros cúbicos por hora e está  a funcionar no sistema de bombagem, através de um grupo gerador de maior capacidade instalada no centro de captação
O corte de fita da infra-estrutura coube ao governador provincial do Uíge, Paulo Pombolo, durante uma visita de ajuda e controlo às administrações municipal e comunal que efectuou naquela circunscrição

 

Uma tonelada de material informático, manuais e material escolares foi entregue, no ultimo fim-de-semana, à administração municipal de Damba, um donativo da  Embaixada de Angola na Suiça e Fórum Angolano para a Reflexão e Acção (FARA), disse o primeiro secretário para assuntos consulares da Embaixada de Angola na Suiça, Manuel de Aguilar. De acordo com o responsável, consta do donativo, entregue à Administração Municipal da Damba, pelo assessor para sector social do Governo Provincial do Uíge, Nunes Veloso, em representação do governador Paulo Pombolo, computadores, manuais e diverso material escolar, para a sua posterior distribuição as escolas da circunscrição.

 

Informou ainda que o donativo enquadra-se nos esforços da Missão Diplomática de Angola junto da comunidade angolana naquela país, Suiça, com vista a participar no processo de desenvolvimento socioeconómico em curso em Angola. Falando na cerimónia de entrega, o assessor para sector social do Governo do Uíge, Nunes Veloso, agradeceu o gesto, pedindo que acções de género se multipliquem para 
os restantes municípios da província visando colmatar a carência que se faz sentir ainda com os meios informáticos. 

  PB120067.JPG
                Membros do FARA, Afonso Mbuta, David Mwanza Bongo (presidente) e Sebastião Kupessa.

 

 

                                                                                                                   Muana Damba

 

 

 

Archivos

Ultimos Posts