Overblog
Edit post Seguir este blog Administration + Create my blog

Portal da Damba e da História do Kongo

Portal da Damba e da História do Kongo

Página de informação geral do Município da Damba e da história do Kongo


DAMBA,1945-1953 (3)

Publicado por Muana Damba activado 26 Diciembre 2010, 04:36am

Etiquetas: #Fragmentos históricos da Damba

                                                

                                          

                                              

Por Dr MANUEL ALFREDO DE MORAIS MARTINS.(Administrador da Damba 1945-1953).

 


celeiro para amendoím


 Nunca aprendi tanto em Angola e tão depressa como nas semanas seguidas em que, nas épocas secas daqueles primeiros quatro anos da minha carreira de funcionário administrativo, tive de percorrer, a pé, toda a área do posto sede, no cumprimento daquela missão. Nesses percursos a pé, que no fim do recenseamento totalizavam algumas centenas de quilómetros, fui‑me familiarizando com o ambiente natural, ficando a conhecer perfeitamente a orografia, a hidrografia, o revestimento vegetal, a fauna, as técnicas agrícolas tradicionais e o seu impacto nos diversos ecossistemas e até as técnicas utilizadas no lançamento das pontes pênseis que asseguravam a ligação entre as margens dos cursos de água mais largos e de maior caudal.  Nas paragens nas aldeias, para a notação dos dados demográficos e económicos, ia também observando e registando tudo o que respeitava à forma de vida da população, desde o tipo de povoamento, a organização do espaço social, as tecnologias usadas na construção de casas, celeiros e abrigos para animais domésticos, o vestuário, os penteados, as tatuagens, as deformações étnicas. Até entrei no conhecimento prático das mezinhas para tratamento de algumas doenças.

 

Estou a lembrar-­me de ter sido atormentado, ao fim de um dia de intenso trabalho, por forte dor de cabeça e já não ter comigo nenhum analgésico. Logo que se apercebeu da situação, o soba Malungo, do Huando de Baixo, cuja sanzala eu estava a recensear, ofereceu‑me umas pequenas vagens de cor acastanhada, dizendo que queimasse uma delas e inalasse o fumo .Assim fiz e a dor de imediato abrandou. Tratava‑se do fruto da planta que, no dialecto quicongo se denomina mukua e cujo nome botânico é Xilopia aethiopica(1) ( Dunal ) A. Rich.É uma árvore frondosa que produz vagens denominadas kua‑kua entre a gente do Congo. Associadas a outros frutos ou a folhas de outras plantas, em unguentos ou em decocções, servem de analgésico em mais de um tipo de dores. Vim depois a entrar no conhecimento de outras plantas usadas como mezinhas para a cura ou alívio de várias doenças e sob diversas formas de aplicação Fui anotando as designações, no dialecto quicongo, de vinte plantas medicinais(2), e vim mais tarde a apurar os nomes científicos da maior parte delas, apoiando‑me, preferencialmente, no mais completo trabalho de investigação sobre plantas de Angola a que tive acesso, da autoria do botânico de origem inglesa John Gossweiler, que se fixou em Angola cerca de 1908.

 

(1)- Cf. MARTINS, Manuel Alfredo de Morais - Contacto de Culturas no Congo Português - Centro de Estudos Políticos e Sociais, da Junta de Investigações do Ultramar, Lisboa 1959. Pags. 39/41.

 

(2)- Foi contratado no tempo do governador-geral Henrique de Paiva Couceiro para implantar e dirigir  a manutenção dos jardinsdo Governo-Geral e faleceu em Luanda na década de 50. Durante cerca de quatro décadas exerceu as funções de botânico dos Serviços de Agricultura, tendo-se dedicado ao estudo das plantas de Angola. Organizou herbários e redigiu relatórios de grande valia científica e publicou notáveis trabalhos de investigação, como aquele a que aludi no texto e que, sob o título de Nomes Indígenas das Plantas de Angola, faz parte do Nº. 1 (1953) da revista AGRONOMIA ANGOLANA. Está dividido em duas partes, contendo a primeira a Lista dos Nomes Indígenas e a segunda a Descrição das Espécies, com índice alfabético dos nomes científicos. A revista era editada pela Repartição Central dos Serviços de Agricultura de Angoa.

 

                                                  


Archivos

Ultimos Posts