Overblog
Edit post Seguir este blog Administration + Create my blog

Portal da Damba e da História do Kongo

Portal da Damba e da História do Kongo

Página de informação geral do Município da Damba e da história do Kongo


Comissão avalia condições de recepção dos repatriados da RDC

Publicado por Muana Damba activado 20 Marzo 2012, 11:46am

Etiquetas: #Notícias do Uíge

 

 

20100523170409zaireUíge - Uma comissão multi-sectorial do governo provincial do Uíge deslocou-se no último fim-de-semana ao  município de  Maquela do Zombo, 310 quilómetros a norte da cidade do Uíge, para avaliar as condições de recepção dos angolanos a serem repatriados voluntariamente da República Democrática do Congo (RDC).


A comissão é coordenada pela vice-governadora para o sector político e social no Uíge, Maria Fernandes da Silva e Silva, e integra igualmente os responsáveis e funcionários de diversas instituições locais, ONG, UNHCR e Organização Internacional de Migração (OIM), tendo visitado os campos de acolhimento na vila de Maquela e no posto fronteiriço de Kimbata.


Durante a sua permanência no município de Maquela, a comissão  além dos campos de repatriamento da vila de Maquela com 30 casas e visitou o posto de saúde da fronteira de Kimbata.


Falando à imprensa no termo da visita, a vice–governadora Maria Fernandes da Silva e Silva referiu estarem criadas melhores condições nos campos de repatriamento para receber os  angolanos que ainda se encontram na República Democrático do Congo (RDC), defendendo ainda a necessidade de se rever algumas infraestruturas destruídas pela chuva.


Maria da Silva disse que logo que se conclua a melhoria de condições, sobretudo daquilo que foi danificado pela chuva, dar-se-a início ao processo de repatriamento, previsto para Abril próximo.


“Fizemos uma avaliação positiva porque o importante foi o que aconteceu agora, fez-se um encontro de três partes, isto é, as representações da Nações Unidas,  Ministério da Assistência de Reinserção Social (Minars) e governo provincial, depois de constatar as condições que foram criadas a este propósito", frisou.


Fez saber que actualmente decorrem os trabalhos de limpeza dos campos, colocação de novas tendas e latrinas.


A coordenadora de repatriamento do Alto Comissariado das Nações Unidas para os refugiados (UNHCR) em Angola, Marcarida Fawke disse que as condições de transporte e logísticas estão criadas, devendo o  repatriamento iniciar a 15 de Abril do ano em curso, adiantando que mais de dois mil refugiados angolanos estão já registados.


Adiantou que o número poderá aumentar, porque este levantamento remonta a 2010.


Margarida Fawke enalteceu os esforços do executivo angolano na reparação do troço que parte da sede capital de Maquela do Zombo/Kimbata, visto que vai facilitar o regresso dos angolanos da RDC, assim como a livre circulação de pessoas e bens.

 
O director provincial da saúde no Uíge, Benji Moco Henrique disse que a sua instituição irá manter nos campos de repatriamentos vários grupos de serviço de saúde, como de vacinação as crianças menores de cinco anos de idade e grávidas, testagem de Vih/Sida e outras doenças de transmissão sexual.

 

 

                                                                                                                Angop

 

Archivos

Ultimos Posts