Overblog Seguir este blog
Edit post Administration Create my blog

Portal da Damba e da História do Kongo

Portal da Damba e da História do Kongo

Página de informação geral do Município da Damba e da história do Kongo


Aumento da criminalidade no Uíge preocupa autoridades provinciais

Publicado por Muana Damba activado 23 Febrero 2013, 15:14pm

Etiquetas: #Notícias do Uíge

 

 

Por Nicodemos Paulo e Moniz Muquebele


 

20130221115835agentes.jpgO comandante provincial da Polícia Nacional no Uíge, comissário António Ribeiro, denunciou a existência de um grupo de marginais que está a assassinar elementos de protecção física de empresas privadas, para lhes roubar as armas.


“Prevíamos uma redução da criminalidade na província, com o desarmamento da população civil, mas os marginais adoptaram um novo método de aquisição de armas, apoderando-se das espingardas de efectivos de protecção física, depois de os matar”, disse.


O comissário garantiu o reforço das acções operativas na província, tendo em conta o aumento da criminalidade, nos últimos dias.


Para restaurar a ordem e a tranquilidade públicas, a Polícia Nacional no Uíge realizou, nos últimos dias, algumas operações, que resultaram na apreensão de 45 indivíduos de ambos os sexos, com idades compreendidas entre os 15 e os 43 anos.


O chefe do Gabinete de Estudos e Análise do comando provincial da Polícia Nacional, superintendente-chefe Pedro de Mello Camuíca, disse que pesam sobre os detidos acusações de roubo qualificado, violação, vandalismo, posse ilegal de armas de fogo, homicídio e tráfico, consumo e comercialização de estupefacientes.


O governador provincial do Uíge disse estar preocupado com os níveis de criminalidade registados nos últimos dias na província, principalmente no município do Uíge.


Paulo Pombolo manifestou a sua inquietação quando falava na sessão de abertura do Conselho Consultivo alargado da delegação do Interior e do comando provincial da Polícia Nacional no Uíge, na segunda-feira.

O governante disse ser preocupante o crescimento da criminalidade na província, um fenómeno que já começa a inquietar a população.

Solidariedade institucional
 
Nesse sentido, defendeu uma maior solidariedade institucional entre os órgãos da administração da justiça e a Polícia Nacional, com vista a reduzir os índices de criminalidade e à reeducação dos criminosos.


“Tem-se notado a desarticulação e falta de harmonia nas acções desenvolvidas pela Polícia de Investigação Criminal, a procuradoria e o tribunal” afirmou.


A polícia efectua operações de detenção de marginais, muito deles com crimes provados e, após serem entregues ao Ministério Público, dias depois são devolvidos à liberdade. “Isso não é bom”, sublinhou.
Os participantes no Conselho Consultivo analisaram as actividades desenvolvidas pela corporação no ano passado, o estado de segurança dos reclusos dentro e fora do recinto prisional, a capacidade de intervenção dos Serviços de Protecção Civil e Bombeiros e a rotatividade dos especialistas dos Serviços de Migração e Estrangeiro (SME) nos postos fronteiriços e localidades.


Os membros do Conselho Consultivo do comando provincial da Polícia Nacional e da delegação provincial do Ministério do Interior foram informados sobre o processo de planeamento das actividades para 2012/2017, o plano de protecção policial para este ano, o Programa de Investimentos Públicos para os órgãos do Ministério do Interior na região, o assegurar das condições logísticas das forças e o nível de cobertura da rede de comunicações e informática.



J.A

 

 

 

 

Archivos

Ultimos Posts