Overblog
Edit post Seguir este blog Administration + Create my blog

Portal da Damba e da História do Kongo

Portal da Damba e da História do Kongo

Página de informação geral do Município da Damba e da história do Kongo


Angolano Kicanga frustra intenção do aspirante romeno ao cinturão da UBC

Publicado por Muana Damba activado 2 Abril 2012, 12:20pm

Etiquetas: #Notícias do país

 

 

Luanda – Com golpes certeiros aos escassos três segundos do término do décimo assalto, o angolano Tony Kicanga frustrou a intenção do aspirante romeno Adrian Cerneaga e conserva o título de campeão mundial da versão do Conselho Universal de Boxe (UBC), meio pesado, em combate disputado hoje, em Luanda, no Pavilhão principal da Cidadela Desportiva.

 


Desde o início da peleja, de 12 rondes (79 Kgs.), assistida pelo ministro da Juventude e Desportos, Gonçalves Muandumba, o detentor do cinturão teve sempre a iniciativa do ataque que obrigavam o seu adversário a não baixar a guarda e a movimentar-se constantemente.



No segundo ronde, o pretendente, apesar de entrar melhor, mostra alguma deficiência físico atlética, que também não era muito bem aproveitado pelo angolano. Já no terceiro, Kicanga aparentava coxear no pé direito e com problemas num dos membros superiores.



Mesmo utilizando a sua maior corpulência, nos períodos a seguir, o angolano encontrava imensas dificuldades para acertar com alguma precisão o seu oponente, recorrendo ao encoste, o que permitia recuperação do romeno. Em resposta, o visitante consegue equilibrar a contenda, desferindo alguns golpes de direita, que deixavam o caseiro um pouco nervoso.



Depois do sexto assalto, apesar de um certo equilíbrio, dado o atrevimento do pugilista europeu, o africano, bastante motivado pelo apoio de perto de sete mil adeptos no recinto da gala, investe energicamente com alguns golpes combinados de "ganchos e rectos", o que levaou o seu opositor a evidenciar desgaste. Ai, repetidas vezes, o romeno fazia gestos de protestos para reclamar possível actuação inapropriada do angolano, justificando a sua dificuldade no ringue.



Assim, já na fase derradeira do décimo assalto, com um olho inflamado e a face ensanguentada, o pugilista romeno vai de joelhos ao tapete, na sequência de golpes do angolano, que antes encostara o seu adversário nas cordas. Já sem vislumbrar solução para continuar a peleja, o seu treinador opta pela interrupção, sancionada pelo árbitro internacional José Mendonça, que declara vitória para Tony Kicanga, por incapacidade de Adrian Cerneaga.



Com este triunfo, que frustra a intenção do romeno, o angolano conserva o cinturão, conquistada o ano transacto em Portugal, diante do também romeno Eugen Stan.



Para além do titular da Juventude e Desportos, orepresentante da UBC, o espanhol Manolo Sierra, também presenciou o evento, organizado pelo promotor angolano Carlos Luís Gonçalves.



Anteceder ao combate principal, houve três disputas, das quais duas profissionais e igual número em amadores, que envolveram os pugilistas Miguel Kembo – Vivaldo dos Santos (52 kg), Fundo Lusala – Pedro Gomes (64), e João da Conceição – Miguel Kamawete (79), com triunfos destes últimos.

.

O detentor do título mundial da UBC falhou a obtenção do cinturão em 2008 e 2009, diante do polaco Kostic e o dinamarquês Andrei Zaahs.



Tony Kicanga, 39 anos, natural de Luanda, residente no Porto desde 1990, representou vários clubes portugueses, designadamente Algés, Boavista e FC Porto, depois de estar ao serviço dos Dínamos de Luanda. Representa actualmente o Health Clube de Lisboa.





No seu palmarés como profissional, o campeão mundial efectuou 38 combates, com 15 vitórias, 20 derrotas, dois empates e um nulo. Na classe de amadores, Tony Kicanga também foi medalha de bronze nos Jogos Africanos em 1995, no Zimbabwe, e ouro em 1999, na cidade sul-africana de Joanesburgo.



Na categoria profissional, ostenta 12 títulos da versão da Associação Mundial de Boxe da Transcontinental (TWBA) e defendeu quatro vezes o título da TWBA.



Por sua vez, Adrian Cerneaga tem um palmarés de duas vitórias, um empate e onze derrotas, num somatório de 14 combates no período de 2005 a 2011.



O outro angolano que também já foi campeão da TWBA é Manuel Gomes

 

 

 

                                                                                                Angop

 

 

 

 

Archivos

Ultimos Posts