Overblog Seguir este blog
Edit post Administration Create my blog

Portal da Damba e da História do Kongo

Portal da Damba e da História do Kongo

Página de informação geral do Município da Damba e da história do Kongo


Ambuíla com mais escolas

Publicado por Muana Damba activado 22 Marzo 2013, 15:23pm

Etiquetas: #Notícias do Uíge

 

 

Por Walter Gomes

 

 

20130321140656makinsoma.jpg

 

Há muitos anos que as crianças da região deixaram de estudar em salas improvisadas ou ao relento

                                                      Fotografia: José Bule| Uíge

 

 

 

No município do Ambuíla entre 2003 e 2012 foram construídas 34 escolas no âmbito dos Programas de Investimentos Públicos, Desenvolvimento Rural e Combate à Pobreza, confirmou ao Jornal de Angola o chefe da Repartição Municipal da Educação.


Tecadiomona Makinsona disse que dois dos estabelecimentos são do II ciclo do ensino secundário e os restantes do primário e do I ciclo.


“Isso permitiu matricular este ano lectivo mais de oito mil alunos, o que é um aumento significativo em relação ao ano transacto”, afirmou.


 Não há muitos anos, referiu, os alunos estudavam em salas improvisadas, ao relento ou debaixo das árvores, os professores percorriam dezenas de quilómetros a pé porque as vias de acesso às aldeias e regedorias estavam muito degradadas e os automobilistas não arriscavam deslocar-se ao interior Neste momento, anunciou Tecadiomona Makinsona , estão a ser construídas mais 40 escolas no município, que tem mais de 30 mil habitantes.

Mais professores


O Ambuíla tem 440 professores, entre licenciados, bacharéis e técnicos médios. Tecadiomona Makinsona lamentou a fuga de muitos para outras localidades da província, principalmente para a cidade do Uíge, “o que contribui para o fraco aproveitamento de muitos alunos”.


O surgimento das novas escolas e a entrada de milhares de crianças no sistema do ensino, sublinhou, é fruto da conquista da paz e da reconciliação nacional.


 “Hoje tudo é diferente e as coisas tornam-se cada vez mais fáceis. Os professores já não percorrem dezenas de quilómetros a pé, pois as vias foram reabilitadas e a circulação de pessoas e bens é um facto”, disse o chefe da Repartição Municipal da Educação, acrescentando que são necessários mais professores.

 

 

                                                                                                                    J.A

 

 

 

 

Archivos

Ultimos Posts