Overblog
Edit post Seguir este blog Administration + Create my blog

Portal da Damba e da História do Kongo

Portal da Damba e da História do Kongo

Página de informação geral do Município da Damba e da história do Kongo


A actualização do Kikongo.

Publicado por Muana Damba activado 22 Octubre 2011, 03:50am

Etiquetas: #Vamos aprender Kikongo.

 

 

Quando falamos o Kikongo de hoje, nota-se a importação demasiada de palavras estrangeiras. Como se o kikongo fosse uma língua morta! A nova geração, pouco está intreressada em actualizar este património legado pelos antepassados nossos. Claro existem palavras técnicas, aparelhos domésticos, etc, que a primeira vista, parecem intraduzíveis e introduzimos na nossa línguagem sem preocupar procurar o seu contexto em Kikongo, assim nos acomodámos. Como o crancro, estas expressões vão destruindo aos poucos a nossa língua. Urge a necessidade de criar mecanismos que permite actualização do Kikongo. Adaptando a nossa língua às novas expressões universalmente reconhecidas.

 

Analizamos a seguinte frase de kikongo que alguém utilizou recentemente:

 

"Mbuene muna site ya internet ya muanadamba eh imagem ya vila ya damba". Tirando as preposições, esta frase é composta por oito (8) palavras das quais, cinco (5) são palavras europeias que são: Site, internet, imagem, vila,  damba ( ao invêz de Ndamba). Numa frase  de oito palavras contendo 5 cinco palavras estrangeiras, é muito! Se verificarmos bem, são palavras fàcilmente traduzíveis para kikongo

 

Ao chegar no reino do Kongo, o branco  presenta-se como sendo português e veio de um país chamado Portugal. Ràpidamente os nossos antepassados encontraram palavras que interpretavam o pais e a nacionalidade do Mundele. Da palavra Portugal é em kikongo: MPUTULUKALU, por ser longa cortam simplesmente em MPUTU, esta palavra não designa só Portugal mais também o continente Europeu. Para um Mukongo antigo, todo branco veio do Mputu. Agora vejamos a nacionalidade do mundele: Português em kikongo: MPUTULUKEZU, também cortam e extraíram a última parte, para não confundir com a primeira. O homem português é chamado LUKEZU. Que sabedoria! É inútil vos informar que os nossos antepassados eram analfabetos!

 

Com o tempo os europeus introduziam na sociedada conguesa aparelhos mecánicos, expressões tecnícas novas, etc, mas os nossos antepassados encontravam sempre as palavras correspondentes em Kikongo.

 

Salientámos que, no alfabeto Kikongo não existe a letra R. Toda a tradução para Kikongo contendo esta letra, está em princípio, errada.

 

Carro é traduzido em KALU.cartekongo23.gif

Comboio em LUKALU.

Tractor em MANKALALA

Petróleo em MPITI ou MPITILOYA

Futebol em SOMBA dya MALU.

 

Hoje, a sociedade Bakongo é composta de muitos intelectuais entre os quais milhares de técnicos médios, licenciados e doutores,  que não conseguem adaptar o kikongo no tempo de hoje. Hipocresia ou preguiça intelectual? é difícil responder!

 

Vamos tentar traduzir em kikongo certas palavras sob reserva de ser corrigidas posteriormente, escolhemos algumas palavras da informática.

 

Informática em Kikongo é traduzida por NGANGU ZA N'SAMU.

 

Informação = N´samu.

Notícias       = Nsangu.

Computador= TUTU kya N'SAMU ou KOMPUTA.

Rádio           = TUTU kya NSANGU ou LADIO

Internet       = NZILA a N'SAMU ou ITELENETE.

Blog ou site  = FULU kya N'SAMU.

Imagens       = NINGA

 

Continua...

 

 

                                                                                  Muana Damba.

 

 


Archivos

Ultimos Posts