Overblog
Edit post Seguir este blog Administration + Create my blog

Portal da Damba e da História do Kongo

Portal da Damba e da História do Kongo

Página de informação geral do Município da Damba e da história do Kongo


ANDRÉ SUNDA DYALAMIKWA E AFONSO NTEKA, semiaristas na Itália em 1961.

Publicado por Muana Damba activado 16 Abril 2019, 03:54am

Etiquetas: #Coisas e gentes da Damba

ANDRÉ SUNDA DYALAMIKWA E AFONSO NTEKA, semiaristas na Itália em 1961.

Por Sebastiâo Ló (Sebastiao Lo)

 

Em 1961 um grupo de estudantes seminaristas frades menores da ordem dos capuchinhos foram à Itália continuar os seus estudos.

Entre esses, havia o nosso saudoso Bispo D.Afonso Nteka, na foto encontra se na segunda posição de pé à esquerda, seguida ao lado,está o seu professor angolano, o saudoso padre Benjamim Maiato.

Os que conheci mais ao extremo, à direita, está o António Camacho de Maquela do Zombo, pois o acocorado a esquerda é o Dr. André Nsunda Dialamikua da Damba.

Dois anos depois vieram de férias, os do norte, pediram ir visitar os país. Um dia depois, o padre acompanhou-os. Logo que passaram a Vila Salazar, começaram a sentir a paisagem diferente.

Mais a frente vinham a ver tudo despovoado, chegaram um pouco tarde na Damba. Perguntando pelos país nada apareciam. Dali foram informados de que: Alguns que fugiram nas matas já voltaram. Encontram se aqui nos arredores, a maioria fugiu para Congo.

Dias depois o André e o Antônio pediram que o padre os acompanhasse no Congo. O padre Camillo com toda a bondade acompanhou-lhes de Land-Rover até Leopoldville, lá foram encontrar se com seus familiares, agitados por muita gente, refugiados angolanos. Nós já nos encontravamos lá, na Paróquia de St Paulo e de St Pierre havia encontro de Caritas onde íamos se juntar, só refugiados católicos, aos domingos.

Lá consegui de conhecer muitos outros seminaristas de Malange conheci o Nicolau o Jorge Macedo mais um outro que o nome me fugiu na memória. Quando chegou o dia de regresso. Os 2 seminaristas fugiram. O padre ficou vermelho não sabia como fazer.

 

Fez se mais dias a procura deles. Um caso que foi agitado por muitos,porque outros queriam que o padre também fugisse.

 

Texto copiado no grupo CONVERSA À SOMRA DA MULEMBEIRA.(https://www.facebook.com/groups/1666574813624706/)

Archivos

Ultimos Posts