Overblog
Edit post Seguir este blog Administration + Create my blog

Portal da Damba e da História do Kongo

Portal da Damba e da História do Kongo

Página de informação geral do Município da Damba e da história do Kongo


Deputados do círculo provincial da AN doam bens às crianças do Kiesse

Publicado por Muana Damba activado 10 Junio 2016, 07:07am

Etiquetas: #Notícias do Uíge

Uíge - As crianças albergadas no Lar Kiesse, afecta à Direcção Provincial do Ministério da Assistência e Reinserção Social (Minars), beneficiaram hoje, quarta-feira, de diversos produtos de primeira necessidade doados por um grupo de deputados do MPLA do círculo provincial do Uíge residentes nesta cidade.

O donativo visa minorar as dificuldades que os mesmos enfrentam. Constam dos bens, entregues na presença da directora do Minars na província, Nsimba Viliana Bunga, uma cesta básica, material didático, outros para higiene pessoal e asseio geral.

O grupo, composto pelos deputados António Vitorino, Albertina Cuginga Moco e Eva Quibuba, guiados por Panzo Joaquim , coordenador adjunto do mesmo, percorreu na ocasião as instalações do Lar Infantil Kiesse que alberga 70 menores de 10 anos de idade que viviam em condição de vulnerabilidade.

O coordenador adjunto do grupo, Panzo Joaquim, reconheceu o esforço do Governo que, por intermédio da Direcção Provincial do Uíge, do Minars, acolhe várias crianças abandonadas, órfãs, acusadas de feitiçaria e deitadas à sua sorte.

Numa mensagem, as crianças manifestaram satisfação pelo gesto dos deputados e destacaram que ser criança é uma passagem obrigatória, tendo solicitado na oportunidade ser importante trabalharem para ultrapassar as dificuldades que actualmente enfrentam.

A directora provincial do Minars no Uíge, Nsimba Viliana Bunga, disse no final da visita que a instituição controla em toda região 459 crianças órfãs, das quais 75 enquadradas no projecto de mães tutelares, devido a fuga à paternidade e desprezo de menores.

“Temos um pequeno centro de trânsito onde são recebidas crianças abandonadas e separadas. Recentemente acolheu-se 12 do sexo masculino na faixa etária dos cinco aos 16 anos, esperando a localização dos seus familiares”, disse.

Nsimba Bunga acrescentou que a instituição, vocacionada em atender os grupos vulneráveis, baseia-se nos princípios de prevenção, protecção, promover as crianças maltratadas e garantir os seus direitos.

A instituição alberga ainda duas crianças em conflito com a lei, devido a falta de um centro de reeducação de memores.

Via Angop

Archivos

Ultimos Posts