Overblog
Edit post Seguir este blog Administration + Create my blog

Portal da Damba e da História do Kongo

Portal da Damba e da História do Kongo

Página de informação geral do Município da Damba e da história do Kongo


Paulo Pombolo reconhece contributo dos heróis na libertação nacional

Publicado por Muana Damba activado 13 Noviembre 2015, 22:33pm

Etiquetas: #Notícias do Uíge

O governador provincial do Uíge Paulo Pombolo

O governador provincial do Uíge Paulo Pombolo

Songo - O contributo empreendido pelos heróis nacionais na libertação de Angola do jugo colonial, a 11 de Novembro de 1975, foi, nesta terça-feira, reconhecido na vila do Songo, pelo governador do Uíge, Paulo Pombolo, durante um acto de massas, no âmbito das inaugurações de infra-estruturas sociais, inseridas nas celebrações dos 40 anos de libertação nacional.

Paulo Pombolo que falava com centenas de pessoas no largo 11 de Novembro, naquela vila, disse que antes desses 40 anos os angolanos não tinham a liberdade de perspectivar a sua própria vida mas hoje, todos estão alegres porque há liberdade.

“Há 40 anos, essas nossas crianças que hoje estão a estudar e algumas delas com perspectivas de atingir as Universidades e serem licenciadas em várias especialidades, os angolanos não tinham esta possibilidade. Hoje, estamos aqui todos alegres porque estamos todos livres”, enfatizou o governador Paulo Pombolo.

O governante reconheceu que essa liberdade que hoje os angolanos usufruem foi graças aos esforços dos heróis que abandonaram as suas casas, bairros e familiares, e foram filiar-se no movimento de libertação nacional e no dia 04 de Fevereiro de 1961 encadearam a guerra de libertação nacional e a 11 de Novembro se alcançasse a independência nacional.

Como disse, nesta quarta-feira, 11 de Novembro, em que os angolanos farão o balanço dos ganhos alcançados durante os 40 anos de liberdade.

A título de exemplo, realçou Paulo Pombolo, a população do município do Songo ganhou novas infra-estruturas sociais que vão conferir melhores condições de vida aos habitantes locais, tudo foi graças a independência alcançada.

Acrescentou que durante muitos anos os sobas solicitavam a reabilitação da estrada que liga a cidade do Uíge às sedes municipais do Songo e Bembe, daqui a pouco este desejo dos mais velhos será concretizado porque já foram asfaltados cerca de 20 quilómetros de estrada, cuja entrega das obras está prevista para o Setembro de 2017.

Afirmou que isso vai permitir que os camponeses desta região, possam escoar a sua produção para os grandes centros comerciais sem dificuldades graças a essa intervenção que está a ser feita através da empresa Minuila, empreiteira que está a executar as obras deste troço Uíge/Songo/Bembe.

“Quero aproveitar esta oportunidade para apelar a toda a população do município do Songo, para que apoie os esforços da administração municipal na concretização do programa apresentado a população deste município em 2012. Vamos continuar a trabalhar e temos a certeza de que não conseguiremos resolver todos problemas de uma só vez, mas temos a esperança de que o governo provincial e a administração municipal, com ajuda dos cidadãos vamos concretizar os objectivos preconizados no programa do desenvolvimento da província”, admitiu.

Paulo Pombolo incentivou a juventude para continuar a estudar por formas a que no futuro sejam bons cidadãos que saibam servir condignamente os destinos desta imensa Angola, a nação livre há 40 anos do jugo colonial, solicitando igualmente aos angolanos para que continuem a orar, para que Deus possa derramar mais sabedoria aos dirigentes deste país, com vista a levar a vante os destinos do mesmo.

“Sejamos unidos, porque é só com a união que conseguiremos a construir uma nação próspera, onde não há a unidade dificilmente conseguiremos atingir o desejo preconizado por todos nós", enfatizou.

Para ele, a paz alcança em 2002, deve ser preservada por todos os angolanos, devendo continuar a consolidar a mesma paz e com a unidade de todos angolanos e uigenses,

em particular a população do Songo, trabalhando para a resolução dos problemas da população, colocando aquilo que ainda falta no seio das comunidades como escolas, unidades sanitárias, água potável para que não haja constrangimentos.

O município do Songo, possui uma região territorial de 2.800 quilómetros quadrados de extensão dividido por uma comuna (Kinvuenga), 13 regedorias, 81 aldeias e conta com uma população de 62.362 habitantes, na sua maioria são camponeses.

Via Angop

Archivos

Ultimos Posts