Overblog
Edit post Seguir este blog Administration + Create my blog

Portal da Damba e da História do Kongo

Portal da Damba e da História do Kongo

Página de informação geral do Município da Damba e da história do Kongo


O REGRESSO TRIUNFAL DE CONGO SATCHMO

Publicado por Muana Damba activado 8 Julio 2015, 17:48pm

Etiquetas: #Música



Por SIMÃO SOUINDOULA



E a principal característica da digressão empreendida em Leopoldville, em Outubro de 1960, pelo trompetista afro-americano Louis Amstrong , tournée que foi imortalizada pelo inevitável Joseph Kabasele na sua antológica canção – Okuka Lokole – na qual retoma a alcunha do cantor da Nova Orleães, Congo Satchmo. O Grand Kalle realça aí a virtuosidade instrumental da zona boémia de Storyville.

Cognome que colou bem ao compositor da ex- esclavagista Louisiana nova terra de instalação massiva dos ntekua, Amstrong foi acolhido na capital do Congo recém independente numa tipóia como a imagem de um verdadeiro nfumu.

O conjunto All Stars tocou no estádio Tata Raphael, perante 100 000 espectadores. Lenda viva em África, o instrumentista de Mississípi vem a Leopoldville, na sua vontade de promover universalmente o blues e o gospel, abençoar o African Jazz, o OK Jazz e o Rock-a-Mambo de Jean Serge Essous, que logo nos fins dos anos 50 modernizaram a música congolesa sem sintetizadores.

A sua passagem criou um verdadeiro quadro emulativo à semelhança das tórridas coreografias dominicais do Congo Square da Nova Orleans. Não é por acaso que Louis Amstrong atravessou o rio para o um concerto em Brazzaville.

E a concorrência entre os fazedores do jazz das duas margens, que muitas das vezes fizeram parte dos mesmos conjuntos, será, durante anos, cerrada.
O jazz congolês seguiria a sua própria via, próxima da rumba cubana sem as particularidades de Satchmo: timbre de voz e improvisação.

Os objectivos da tournée de Amstrong foram artísticos mas igual e claramente políticos. Com toda a sua discrição e generosidade habituais, ele fora apoiar Patrice Emery Lumumba, vítima de cruéis intrigas, e que seria assassinado quarto meses depois.



in 'Cultura - Jornal Angolano de Artes e Letras' # 86 - 06-19/Julho 2015

Louis Amstrong em Leopoldville, em Outubro de 1960

Louis Amstrong em Leopoldville, em Outubro de 1960

Archivos

Ultimos Posts