Overblog
Edit post Seguir este blog Administration + Create my blog

Portal da Damba e da História do Kongo

Portal da Damba e da História do Kongo

Página de informação geral do Município da Damba e da história do Kongo


Uíge organiza feira agrícola e fórum económico

Publicado por Muana Damba activado 29 Junio 2015, 14:42pm

Etiquetas: #Notícias do Uíge

Feira agrícola do Uige, no ano passado. Imagem do Muana Damba

Feira agrícola do Uige, no ano passado. Imagem do Muana Damba

Por Valter Gomes

O Governo Provincial do Uíge pretende atrair investimentos nos domínios da agricultura, pecuária e hotelaria e turismo, principalmente, com vista ao desenvolvimento sustentável e equilibrado da província, afirmou o governador provincial.

Paulo Pombolo, que falava numa conferência de imprensa sobre o programa das comemorações do 98º aniversário da fundação da cidade do Uíge, cujas festas decorrem de 1 a 7 de Julho, disse que o Governo Provincial e a Feira Internacional de Luanda (FIL) promovem, de 3 a 7 de Julho, a Expo-Uíge, espaço que vai juntar centenas de empresários nacionais e estrangeiros interessados em explorar as potencialidades da região e trocar experiências com empresários e empreendedores locais.


Com esta aposta, segundo o governador Paulo Pombolo, o Governo procura relançar a economia da província, dinamizando parcerias estratégicas de negócios para fomentar uma base sustentável de desenvolvimento, abrir novas oportunidades de investimentos através da divulgação das potencialidades existentes, contribuir para a recuperação e relançamento da actividade agro-industrial, bem como a exploração do sector da hotelaria e turismo da província.
Alguns dos principais objectivos da realização da Expo-Uíge são identificar e envolver actores públicos e privados que directa ou indirectamente possam impulsionar o Plano Estratégico de Desenvolvimento da Província, estimular a parceria entre as empresas nacionais, locais e estrangeiras, engajar todas as forças vivas da sociedade civil no desenvolvimento estratégico da província, dar visibilidade às potencialidades e oportunidades de negócios que a província oferece.


“Com esta iniciativa do Governo Provincial do Uíge e da FIL, podemos afirmar que a província vai tornar-se em Julho o ponto de entrada dos mais prestigiados profissionais nas áreas de desenvolvimento e no terreno as condições estão criadas para que os expositores se sintam devidamente acomodados”, disse o governador. Paulo Pombolo enalteceu o empenho da direcção da FIL na promoção de mecanismos que visam o desenvolvimento da província num curto espaço de tempo.

Fórum de Investimentos

O governador avançou que em paralelo à realização da Feira Agropecuária, de 2 a 3 de Julho, vai decorrer o 5º Fórum Provincial de Oportunidades de Negócios e Investimentos, que leva à província entidades governamentais, empresários, operadores económicos e académicos.


“Neste período, vamos congregar a intelectualidade da província do Uíge e outros intervenientes no processo de desenvolvimento, para analisarmos os aspectos relacionados com a execução e cumprimento do Plano Provincial de Desenvolvimento 2013/2017”, referiu.


O Fórum vai abordar “A problemática da exploração e comercialização da madeira na província do Uíge”, “Estratégias de desenvolvimento e financiamento do sector do Café” e “O Estado actual da aquacultura na província e como aproveitar as potencialidades existentes para a diversificação da economia”.
Sobre a madeira, o governador Paulo Pombolo disse que a ideia é levar à província os empresários que actuam nesta área, para em conjunto com o Governo Provincial discutir e encontrar soluções sobre as dificuldades que afligem o sector. A província é grande produtora de madeira, mas precisa de corrigir algumas irregularidades que se têm verificado por parte dos exploradores e comerciantes. O governador do Uíge defendeu que os exploradores devem instalar pequenas indústrias transformadoras para que a madeira seja transformada na região em mobiliário e outros derivados.


“A madeira explorada no nosso território ajuda a reforçar os orçamentos de outras províncias, deixando o Uíge sem nada. Por isso, precisamos de encontrar um meio-termo para que as empresas instalem as suas indústrias aqui na província, de modo a explorarem e transformarem a madeira localmente ou encontrarmos outro entendimento entre os produtores e o Governo Provincial”, defendeu.


O Governo está a construir grandes centralidades habitacionais na cidade do Uíge e Negage, com mais de sete mil apartamentos, além das 200 casas sociais construídas em cada um dos restantes 14 municípios da província, “e se existirem indústrias transformadoras já não vai ser necessário nos deslocarmos a outros países ou províncias em busca de portas, janelas e mobiliário de qualidade para o apetrechamento das habitações”, apontou Paulo Pombolo.
Os municípios de Milunga, Dange, Quitexe, Songo, Ambuíla, Quimbele e Bembe são os maiores produtores de madeira do Uíge.


Além da agenda económica, encontros de futebol, andebol, luta livre e outros preenchem as celebrações do 98º aniversário da fundação da cidade do Uíge, que decorrem sob o lema “Angola 40 anos, Independência, Paz, Unidade e Desenvolvimento”.

Via JA

Archivos

Ultimos Posts