Overblog
Edit post Seguir este blog Administration + Create my blog

Portal da Damba e da História do Kongo

Portal da Damba e da História do Kongo

Página de informação geral do Município da Damba e da história do Kongo


"Escrevo as letras da minha música" - Entrevista com o músico Pedro Kassani

Publicado por Muana Damba activado 22 Junio 2015, 07:41am

Etiquetas: #musica, #Entrevistas, #Diáspora

Pedro Kassani em palco.

Pedro Kassani em palco.

 

Por Sebastião Kupessa

 

Pedro Kasani tem sido ùltimamente muito activo nas redes sociais, na promoção de algumas canções da sua autoria. Procuramos a saber, em poucas palavras, as actividades do artista que se encontra actualmente na Suiça.

 

Muana Damba: Pedro Kassani, já tens um novo disco no mercado?

Pedro Kassani: Não. Estámos a editar por single no quadro promocinal. O primeiro foi a Magoga depois segue então a Isabela.

Magoga não saiu no ano passado?

Sim mas faz parte do mesmo projecto. Em Angola isso funciona assim.

Então estás ainda no seu primeiro álbum?

Primeiro álbum que ainda não saiu na totalidade em Angola. Sim! Sem falar do meu primeiro álbum lançado aqui na Suíça em 2007, o XL. A verdade que ainda estou na conquista do mercado angolano e que até agora é positivo.

E como foi o sucesso do primeiro álbum e o porque o nome XL?

XL é o título e a primeira das faixas musicais que compõem o álbum. Mas foi a última a ser produzida no estúdio em Genebra, onde trabalhei durante quase dois anos. E o facto de eu ter surpreendido os meus amigos, familiares e acima de tudo por ter conseguido unir grandes nomes da música africana na diáspora deu a pretensão de dizer que tinha realizado uma grande obra, assim surgiu o titúlo XL. Coisa grande! Entendes?

Quem são grandes nomes da música africana que consegiui unir?

Alex Azulinho de Viva la Música, Flame Kapaya de Werra Son, Dorris Ebuya do Empire Bakuba

Quem foi o produtor?

Produtor artistico chama-se Vieux Jagger, um congolês de Brazzaville, auxiliado por Dorris Ebuya enquantoTito Tama foi engenheiro de son, todos habitam em Genebra

Também neste novo CD contas com os mesmos músicos e africanos e mesmo produtor?

Neste novo album como já fiz referência atrás, o meu público alvo está em Angola. Por isso desejode trabalhar de momento só com músicos que conhecem o mercado e os estílos que batem na banda. Para já posso realçar o Boper, grande productor músical que colabora com Edy Tussa, Yola Semedo e mais. Também o Mestre Freddy que faz parte integrante da banda do Matias Damasio e que tem trabalhando também com outros nomes como Yury Da Cunha. E tenho gravado em acústico no estúdio Marimba, um dos melhores em Luanda!

Que instrumentos tocas? As canções que compões são da tua autoria ou colaboras com outras pessoas?

Espero um dia contar com letras de outrem. Mas no começo quando ainda não alcançamos os grandes patamares, dificilmente temos propostas do género. Mas felizmente não tenho problemas em escrever letras e compor algumas melodias. No princípio comecei aprender a guitarra e toco ainda algumas notas mas estou virado no teclado porque quando estou em Luanda, tenho o Adão meu tecladista pessoal que há mais de um ano me ensina como produzir o som com este belo intrumento. Voltarei a ter aulas de guitarra porque também gosto bastante.

Vives na Suiça e estás em Angola, podemos saber onde nascestes?

Nasci em Luanda, frequentei o primário na escola n°2 do Kikolo, frequentei o ll e lll nível em Cacuaco sede. Beneficiando uma bolsa de estudo da UNTA embarquei para antiga RDA onde estava cursar engenharia-mécanica industrial. Infelizmente fomos interropidos pela queda do murro de Berlin e pela reunificação da Alemanhã. A primeira razão que me levou a regressar para Angola foi a doênça contínua do meu Pai Kutividi Kokonda N'kangu Manuel, despachante oficial colocado em Cabinda. Faleceu em outubro do ano passado. Foi de Maquela do Zombo. Minha mãe Lulembe Sofia é da Damba. MBANZA TUMBA.

Para terminar, a última palavra para aos melómanos que seguem as tuas actividades.

Para os meus fãs, peço que continuem a seguir cada passo que vou marcando. Porque o faço por amor à música mas também pelo carinho e apoio moral que tenho vindo a receber principalmente desde o lançamento da Magoga. Há uma semana que arranquei com promoção da Isabela e feed-back é mais que positivo isto é só nas redes sociais, por enquanto, mas já me faz sentir o que será o video-clip. Muito obrigado a todos vocês Paz e amor...

Como podem te contactar?

Para Angola: 922364387/924311392 . Suiça: 41 775134031 ou facebook Twitter Pedro Kassani. E-mail: arte.pedrokassani@gmail.com

 

Isabela - Pedro Kassani

Archivos

Ultimos Posts