Overblog
Edit post Seguir este blog Administration + Create my blog

Portal da Damba e da História do Kongo

Portal da Damba e da História do Kongo

Página de informação geral do Município da Damba e da história do Kongo


Deficientes visuais incentivados a aderir ao ensino especial

Publicado por Muana Damba activado 14 Junio 2015, 05:50am

Etiquetas: #Notícias da Damba, #Notícias do Uíge

Administrador municipal adjunto da Damba, o Sr. Manuel Zacarias. Imagem do Muana damba

Administrador municipal adjunto da Damba, o Sr. Manuel Zacarias. Imagem do Muana damba

Damba - O responsável da associação provincial do Uíge dos cegos e amblíopes de Angola, Fernando Dala, instou, no município da Damba, a 197 quilómetros a norte da sede capital da província, os portadores de deficiência visual na região a aderirem ao subsistema adequado para as pessoas nessa condição.

O responsável fez esta declarações durante a sua visita ao município da Damba, tendo acrescentado que os portadores de deficiência visual podem aprender a ler e escrever através de brail, o que permite a sua superação e o resgate das suas capacidades.

Fernando Dala disse que a organização tem motivado muitos portadores de deficiências a sair das sombras da descriminação e a partir para a luta no sentido de melhorar suas vidas.

Avançou que a associação já controla 150 associados no município do Uíge, 115 no município do Bungo e 86 associados no município do Songo.

Referiu que a associação, por meio da cooperação com outras organizações, apoio médico, bem como o facto de ter em carteira um projecto para a criação de um centro de reabilitação no município do Songo.


Por sua vez, Ariante Sanzamo, directora da escola nº 86, disse que a instituição que dirige controla quatro alunos portadores de deficiências, dos quais dois têm problemas visuais.

Já o administrador municipal adjunto da Damba, Zacarias Manuel, manifestou a disponibilidade das autoridades locais em colaborar em projectos que venham a ajudar os portadores de deficiências no município.

De igual modo, incentivou os familiares a não discriminarem membros portadores de uma ou outra deficiência, ao invés disso prestar apoio necessário para sua reinserção social.


Durante a sua permanência na Damba, Fernando Dala e os membros que o acompanharam fizeram demonstrações de como um cego pode ler e escrever através do Brail.


A comitiva visitou o Instituto Politécnico instalado na Damba, o centro de produção radiofónico local, a escola nº 86 e o hospital municipal onde puderam ser informados sobre o tratamento da fístula.

Via Angop

Archivos

Ultimos Posts