Overblog
Edit post Seguir este blog Administration + Create my blog

Portal da Damba e da História do Kongo

Portal da Damba e da História do Kongo

Página de informação geral do Município da Damba e da história do Kongo


Censo2014: Recenseadores terminam recolha de dados em Lêmbua e Buengas

Publicado por Muana Damba activado 28 Mayo 2014, 19:16pm

Etiquetas: #Notícias do Uíge

 

 
 
Uíge - Os agentes de campo das comunas de Lêmbua e Buenga Sul, municípios de Damba e Buenga Norte, localizados a 270 e 200 quilómetros a nordeste e norte de cidade do Uíge, vão terminar o trabalho de recolha de dados dois dias antes do prazo estabelecido para a conclusão do processo censitário.
 

Agentes censitários. Foto: Diniz Simão

 

A garantia foi dada terça-feira, aos jornalistas pelos respectivos responsáveis locais, estimando que a disponibilidade dos agentes satisfaz pelo trabalho já realizado.

 

O coordenador do grupo técnico municipal da Damba, Octávio Júlio Garcia, realçou que o trabalho alcançou já as últimas aldeias que desde esta terça-feira um grupo de agentes de campo trabalha nas aldeias de Kissaqui, Mabubu e Nsinga, para fazer o fecho da jornada.

 

Por sua vez, o supervisor municipal de Buengas, Gomes Pinto, disse que todos os locais de difícil acesso já foram reforçados com recursos humanos e materiais e os recenseadores estão a fazer as últimas entrevistas na povoação de Hinda.

 

Realçou também que o nível de produção que o município de Buengas registou é  fruto de boa vontade da população e da contribuição das autoridades tradicionais.

co assistentes locais e um coordenador do grupo técnico municipal. Possuindo quatro comunas, precisamente  Nsosso, que tem 77 agentes, Lêmbua 11, Mpete Kusso 34, e, sete supervisores.   

 

Entretanto, o pastor da Igreja Evangélica Divina de libertação (Bom Samaritano), no Uíge, Alex Nbenquim, apelou terça-feira, nesta cidade, aos seus habitantes a participar no Censo Geral da População e Habitacional.

 

Em declaração à Angop, ao propósito da realização do Censo, o líder religioso salientou que os fiéis não podem estar indiferentes a esse importante processo, explicando que vai permitir ao governo angolano planear melhor os serviços sociais.

 

A propósito, Alex Nbenguim convidou os fiéis e juventude, em geral, a trabalhar com o espírito patriótico e não apenas no intuíto de buscarem rendimentos financeiros.

 

Considerou ser uma actividade  de "extrema importância" para todos angolanos no geral e cada fiel em  particular deve dar o seu contributo para o êxito do processo censitário, visto que se pretende projectar uma melhoria para a vida económica nacional, habitacional, escolar, hospitalar e outras infra-estruturas.

 

Via Angop

 

Archivos

Ultimos Posts