Overblog
Edit post Seguir este blog Administration + Create my blog

Portal da Damba e da História do Kongo

Portal da Damba e da História do Kongo

Página de informação geral do Município da Damba e da história do Kongo


Tecnologia de banda larga liga província do Uíge a de Luanda

Publicado por Muana Damba activado 20 Marzo 2014, 09:21am

Tecnologia de banda larga liga província do Uíge a de Luanda

 

 
 
Luanda - A província do Uíge vai a partir de quinta-feira dispor da tecnologia de banda larga para comunicação de voz, dados, internet e vídeo, com a inauguração do Projecto de Reabilitação das Infra-estruturas das Telecomunicações (PRIT), que vai ligar o segmento Uíge/Ndalatando à capital do país.

Projecto pretende interligar cidades e vilas remotas

Foto: Pedro Parente

Trata-se de uma iniciativa da Angola Telecom, que conta com a parceria da empresa Mitrelli.

Segundo um comunicado de imprensa da empresa Mitrelli a que a Angop teve hoje, quarta-feira, acesso, a cerimónia de ligação dar-se-á na presença do ministro das Telecomunicações e Tecnologias de Informação, José de Carvalho da Rocha, e de representantes de empresas parceiras da Angola Telecom, como a Cognito International Limited e a Servecom Data Comunication Lda, ambas pertencem à Mitrelli.

De acordo com a nota, o projecto interliga cidades e vilas, umas distantes das outras, através da rede básica da Angola Telecom.

Além dos discursos da praxe,  acrescenta a nota, vai ser projectada uma demonstração em videoconferência a partir do Uíge para N'dalatando, província do Cuanza Norte, que será assistida por mais de 100 convidados.

O PRIT utiliza a tecnologia de microondas (feixes hertzianos) alimentada por energia solar para a transmissão de sinais, beneficiando o ambiente e economizando nos custos, uma  solução encontrada por se ter demonstrado eficiente tanto pela rapidez da instalação quanto pelos custos operacionais comparados aos sistemas de satélite e de fibras ópticas.

O programa estabeleceu até ao momento mais de três mil quilómetros de rotas e 204 novos sites em todo o território nacional, beneficiando a população de cerca de 13 províncias. "Inclui regiões consideradas remotas, como pequenos municípios e comunas, onde os seus habitantes ainda vivem em completo isolamento", destaca a nota.

Outra meta do projecto é promover a internacionalização das redes com ligações de Angola com a República Democrática do Congo e com a Zâmbia.

 

Via Angop

Archivos

Ultimos Posts