Overblog
Edit post Seguir este blog Administration + Create my blog

Portal da Damba e da História do Kongo

Portal da Damba e da História do Kongo

Página de informação geral do Município da Damba e da história do Kongo


Sim, Senhora. De DIANA NSIMBA SPRAY e BOMBONGO STAR

Publicado por Muana Damba activado 8 Marzo 2014, 04:16am

Etiquetas: #Música

 

Por Sebastiâo Kupessa

 

Estámos em 1982, o cantor angolano  Diana Spray, apresenta à imprensa do país o seu novo trabalho, um long play, composto de 4 canções, entre as quais, uma que chama pràticamente a atenção dos croniqueiros musical angolano, por ter um título em português, mesmo que o texto sendo em lingala, língua falada no ex-Zaire, hoje RDC, onde o artista passou a maioria parte da sua juventude.

 

Ràpidamente a canção "Sim, senhora" vai se impor na paisagem musical angolana, dominada na época, pelas canções de índolo revolucionário. Ganha o melhor palmarés nos concursos organizados pelos programas da RNA, "Boa noite Angola", animado pelo connhecido radista P. Simons e "Trabalho em Luta", programa difundido no periódo de manhã. Na TPA, a mesma canção vai recolher melhores votos,  entre muitas propostas.

 

Para além da canção citada, o album musical compunha outras canções como "Kanducha", "Margarida" e a retomada canção "Diana mama", realizada nos anos 70 do século passado, no mítico conjunto musical concolês, Afrisa International do falecido Senhor Tabu-Ley.

 

A captação do som efectuou-se no estúdio Bombongo-Star, em Kinshasa, com a participação do conjunto musical com o mesmo nome, mas produzida pela Olympia, organização musical fundada em Luanda pelo artista em 1977, depois de entrar em dissidência com o Inter Palanca do Matadidi Mário.

 

Recordamos que o Diana Spray, iniciou a sua carreira na Afrcan Fiesta National, ao lado do Pascal Tabu-Ley "Senhor Rochereau", Sam Mangwana, Vangu Guivano, Faugus Izeidi. Evolui mais tarde nos "Maquisards" e seguida no Afriza International, antes de entrar em Angola no princípio do 1976.

 

Diana Nsimba faleceu no dia 30 de Agosto de 2011, em Luanda, em consequência de uma queda de um quarto andar do edifício onde vivia com os filhos e sobrinhos, na Rua Rainha Ginga. Na altura a comissão directiva da União Nacional dos Artistas e Compositores (UNACA) comunicou uma nota a lamentar o incidente e a elogiar o artista, considerando-o “um dos mais exímios intérpretes e compositores nacionais" e " ...Nessa hora de profunda dor e consternação, a comissão directiva da UNACA verga-se diante de tão ilustre figura que dedicou boa parte da vida à promoção e valorização da nossa música”.

 

Salientamos que o sucesso desta canção se fêz sentir fora das fronteiras do país, de tal maneira que o famoso conjunto congolês "Qartier Latin" de Koffi olomide retomou, anos mais tarde, o seu refrâo na vôz do Modogo Abarambwa.

 

Diana Spray, de nome oficial Simão Nsimba, nasceu em em Maquela do Zombo no dia 3 de Julho de 1946, é o autor dos sucessos musicais “Margarida”, “Ana”, “Canducha”, “Valódia” ,  “Pongolola”, “Laurete”, “Bolingó Passi”, “Homenagem a Franco”, “ cherie Mena”.

 

 

Sim, Senhora. De DIANA NSIMBA SPRAY e BOMBONGO STAR

Archivos

Ultimos Posts