Overblog
Edit post Seguir este blog Administration + Create my blog

Portal da Damba e da História do Kongo

Portal da Damba e da História do Kongo

Página de informação geral do Município da Damba e da história do Kongo


Os Zombos

Publicado por Muana Damba activado 15 Marzo 2014, 05:38am

Etiquetas: #Fragmentos históricos do Uíge.

Os Zombos

Administração municipal do Zombo

Por Dr. José Carlos de Oliveira

Este subgrupo étnico, também conhecido por Bazombo, Bambata (Ba Mbata), foi considerado como a elite mercantil da região de M’Bata e parte integrante do célebreReino do Kongo . O seu chefe ancestral, Nsaku Ne Vunda ou Mani Mongo exerceu durante séculos o poder terreno sob o manto sagrado matrilinear da kanda Nsaku.

A sua privilegiada localização geográfica, entre o Norte de Angola e o Sul da RepúblicaDemocrática do Congo está implantada num extenso planalto situado entre 1000 a 1100 metros de altitude e esta prerrogativa terá estado na base da escolha das íntimas relações que vieram a estabelecer-se entre o mítico Nimi a Lukeni, o"mwana" de Nsaku (leia-se o primogénito) e a autoridade mítica do grupo Kongo. O seu chefe Mani Vunda era o legítimo herdeiro do poder religioso e o principal eleitor dos reis.

Usaram e usam ainda, o poder religioso como suporte fundamental do seu mando, porém,com uma singularidade: sublimaram esse mesmo poder no controle das rotas comerciais entre o rio Zaire ao Norte e o rio Kwanza ao Sul.

Foram e continuam a ser parceiros comerciais privilegiados entre outros, de Portugueses, Holandeses, Franceses, Belgas, Ingleses, Alemães, Americanos e ultimamente de Russos, Cubanos, Chineses e até Coreanos.

Os Zombo souberam aproveitar das situações diplomáticas e comerciais em que intervieram (e continuam a intervir), assumindo-se agentes activos privilegiados entre os povos do interior e do litoral das bacias do rio Zaire e Kuanza.

A sua apetência pelo tráfico de todo o tipo de mercadorias afectou profundamente a sua existência. O ambiente natural e a sua cultura imediatista, relacionada com o comércio de longa distância, levaram a que sejam considerados como comerciantes natos, daí, a sua sedução pelo comércio desde a mais tenra idade.

Eles não são atraídos por investimentos, o que significa uma longa espera para o lucro, pois eles investem hoje para lucrar no dia seguinte. (Traduzido do Inglês, não consta no

texto original)

José ccarlos de Oliveira no Mercado do Kenge. no Kibokolo/Zombo, em 1958

José ccarlos de Oliveira no Mercado do Kenge. no Kibokolo/Zombo, em 1958

Archivos

Ultimos Posts